OBSERVATÓRIO | Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro está pronta para uma nova legislatura
15163
post-template-default,single,single-post,postid-15163,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro está pronta para uma nova legislatura

Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro está pronta para uma nova legislatura


Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro está pronta para uma nova legislatura

Na presença de quase 200 pessoas entre autoridades, convidados e técnicos, foi realizada na última quinta-feira (19.03.2015) no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados (Brasília-DF) a cerimônia de reinstalação da FPTS (Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro). Entre as autoridades presentes estavam a diretora geral da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Maria Alice Nascimento Souza, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, o deputado federal e presidente da Frente, Hugo Leal, a deputada federal e vice-presidente da Frente, Cristhiane Yared, o diretor-geral do Detran-PR e atual presidente da AND (Associação Nacional dos Detrans), Marcos Trad e o diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Alberto Angerami.

Cerca de 210 deputados e senadores integram a Frente nessa nova legislatura. Um dos principais objetivos da Frente será a luta pela implementação de um Plano Nacional de Ações e de um órgão nacional de segurança viária, para reforçar e unificar a segurança de trânsito no país, apoiando a decisão da ONU (Organização das Nações Unidas) e as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde). Em 2013, o Observatório protocolou junto a Casa Civil, Ministério das Cidades e Denatran, o estudo da criação da Agência Nacional de Segurança Viária com toda a viabilidade técnica de implementação desse órgão, com o intuito de congregar todas as questões de trânsito num só organismo.

Logo após o discurso do presidente da Frente, a mesa de autoridades foi ampliada e entre os convidados ao debate estava o diretor-presidente do ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), José Aurélio Ramalho que ressaltou a necessidade da continuação da reforma na formação do condutor no país. Para Ramalho, “a Frente deve entre outras ações, continuar intervindo para aprimorar a legislação de trânsito, com foco sempre na parte técnica e na melhoria da segurança viária”.

Além disso, o presidente do Observatório também lembrou aos presentes que já é tempo de programar ações para o Movimento Maio Amarelo. Todos os presentes receberam o pin do Movimento, distribuído pelo Observatório.

O Ministro Kassab desejou sucesso ao trabalho e manifestou a disposição de trabalhar em conjunto com a Frente Parlamentar. “Todos temos uma história triste envolvendo trânsito, e se queremos uma vida melhor temos que trabalhar nesse sentido”.

Segundo a diretora da PRF, Maria Alice Nascimento, um novo levantamento do IPEA (Instituto de Pesquisas Aplicadas) mostra que, somente nas rodovias federais, o Brasil gastou mais de R$ 12,8 bilhões de reais com os acidentes de trânsito. Somente com os acidentes envolvendo vítimas fatais, o custo estimado pelo Instituto foi de R$ 664 milhões.

Também estiveram no evento os deputados André Moura (PSC/SE), Tenente Lúcio (PSB/MG), Júlio Lopes (PP/RJ), Sóstenes Cavalcante (PSD/RJ), Gonzaga Patriota (PSB/PE), Keiko Otta (PSB/SP), Raquel Muniz (PSC/MG), Chico Lopes (PCdo B/CE), Jorge Silva (PROS/CE),  Edmilson Rodrigues (PSOL/PA), Eduardo Cury (PSDB/SP), Wilson Filho (PTB/PB), Diego Garcia (PHS/PR), Bacelar (PTN/BA), Edinho Bez (PMDB/SC), Leopoldo Meyer (PSB/PR).

Sem comentários

Escreva um comentário