OBSERVATÓRIO | OBSERVATÓRIO lança contraproposta sobre possíveis mudanças na fiscalização das rodovias
21099
post-template-default,single,single-post,postid-21099,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

OBSERVATÓRIO lança contraproposta sobre possíveis mudanças na fiscalização das rodovias

OBSERVATÓRIO lança contraproposta sobre possíveis mudanças na fiscalização das rodovias

Matéria do Jornal O Povo, do dia 23 de abril, comenta sobre os números evidentes na queda de acidentes fatais nas rodovias brasileiras com fiscalização eletrônica. Além da possibilidade de aumento de acidentes fatais com as mudanças na fiscalização, o OBSERVATÓRIO apresenta uma contraproposta em carta aberta ao governo.

Segundo dados levantados pela matéria, o número de acidentes fatais na BR116 (CE), caiu de 37 casos no ano de início da fiscalização, em 2010, para 15 casos em 2011, e para 7 casos conforme o último levantamento de 2018. A estatística comprova a eficiência e ligação entre redução de velocidade e a fiscalização.

Tema muito comentado nas últimas semanas, ante as intenções do governo em retirar os radares eletrônicos das rodovias. Entretanto, para especialistas essa atitude pode levar a um aumento no caso de acidentes de trânsito.

“É uma análise muito técnica e objetiva sobre o equívoco que há em algumas medidas. A proposta do Observatório não é de confronto, e nem de esquerda ou direita, é de mediação na busca de reduzir esses números alarmantes de acidentes”, como comenta o diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, José Aurelio Ramalho. Ainda, segundo ele, os gastos dessas fatalidades aos cofres públicos custam entre 3% e 5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Leia a matéria em: https://www.opovo.com.br/jornal/reportagem/2019/04/22/especialistas-temem-aumento-de-acidentes-fatais.html

Sem comentários

Escreva um comentário