Notícias

Estudo do OBSERVATÓRIO de 2016 é incorporado nas propostas de mudanças do CTB

Escrito por Laço Amarelo

16 DEZ 2019 - 16H09

A proposta traz regras para o trânsito de motocicletas nos chamados “corredores”

Apresentado em 2016, numa audiência pública na Câmara dos

Deputados aos integrantes da CVT (Comissão de Viação e Transportes), a proposta

do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária sobre a permissão dos motociclistas

trafegarem nos chamados “corredores”, ou seja, por entre os carros foi incluída

na redação final do PL 3267/2019 que ainda será aprovada na CE (Comissão

Especial) da Câmara. A sugestão, leva em conta a segurança não apenas dos

motociclistas, mas também de pedestres e de outros condutores.

No final de 2016, essa proposta havia sido aprovada por

unanimidade na CVT e criava “faixas virtuais exclusivas” para o trânsito de

motocicletas em vias de grande circulação e também a fixação de velocidades

máximas para esse tipo de veículo. A intenção é delimitar virtualmente o espaço

para motocicletas entre a faixa da esquerda e a primeira da direita dos carros.

Outra sugestão foi a de autorizar o uso desse espaço virtual apenas em

condições de trânsito lento e/ou parado e limitar a velocidade nesses

‘corredores’ a 40km/h. O projeto também contempla, orientar os motociclistas

que, nos casos em que o trânsito estiver fluindo de forma compatível com a via,

eles deverão ocupar o espaço na pista, atrás de outros veículos, ou seja, sem

transitar pelo corredor.

Para o diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho

a ideia não é incluir novas formas de penalidades aos motociclistas, mas sim de

estipular regras claras a respeito de como devem transitar as motos nas

situações de trânsito congestionado ou lento, visando a segurança de todos.

O PL 3267/2019 que muda várias regras do CTB vem sendo

discutido pela CE desde agosto e está em fase final de aprovação. No último sábado,

dia 14, Ramalho falou ao Jornal Nacional sobre essa proposta.

Veja a matéria completa aqui:

https://globoplay.globo.com/v/8166892/programa/

NTU_renova_aprceria_por_meio_de_associacao_ao_programa_entidade_laco_amarelo
Renovação

NTU renova parceria por meio de associação ao programa Entidade Laço Amarelo

A NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos), que representa mais de 500 empresas de ônibus em todo o Brasil, renova a parceria firmada com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária por meio da associação ao programa Entidade Laço Amarelo. O diretor executivo da NTU, Francisco Christovam fala sobre o compromisso da instituição com a segurança viária do país e como utiliza os materiais do Laço Amarelo para esse objetivo.

Riffel_renova_adesao_ao_programa_empresa_laco_amarelo
Renovação

Riffel renova adesão ao programa Empresa Laço Amarelo

A Riffel Moto Peças reafirma o seu comprometimento com a segurança para o trânsito com a renovação da parceria estabelecida com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do Programa Empresa Laço Amarelo. A coordenadora de Marketing da Riffel, Bárbara Moser, fala sobre as ações e iniciativas desenvolvidas pela empresa em busca da redução dos sinistros de trânsito e como os materiais recebidos pelo programa Empresa Laço Amarelo possibilitam para essa conscientização.

Divinopolis_MG_renova_parceria_por_meio_da_associacao_com_o_programa_Municipio_Laco_Amarelo
Renovação

Divinópolis/MG renova parceria por meio da associação com o programa Município Laço Amarelo

O município de Divinópolis, localizado próximo à Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, renova parceria com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio da associação com o programa Município Laço Amarelo. O secretário Municipal de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade Urbana de Divinópolis, Lucas Estevam, fala sobre os desafios para implementar ações de segurança no trânsito no município e como o programa Laço Amarelo contribui nesse sentido.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Laço Amarelo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.