Notícias

“Não se trata de um vírus ou uma doença letal. No trânsito, é gente matando gente”

Escrito por Laço Amarelo

16 NOV 2020 - 11H28

Só em guerras ou crimes, pessoas matam pessoas e nessas situações a sociedade repudia e se mobiliza

O caderno Mobilidade do Estadão publicou na última sexta-feira (13/11), o artigo escrito pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária sobre o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito. Nele, José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, faz uma análise sobre o atual cenário da segurança viária no Brasil e as dificuldades encontradas para atingir reduzir os altos números de sinistros de trânsito.

“Não se trata de um vírus ou uma doença letal. No trânsito, é gente matando gente. Só em guerras ou crimes, pessoas matam pessoas e nessas situações a sociedade repudia e se mobiliza. Essas notícias têm destaque e causam comoção. Mas, as ocorrências de trânsito que tiram a vida ou deixam severamente feridos milhares de brasileiros, não recebem o mesmo tratamento”, argumenta Ramalho.

Desde 1995, entidades não governamentais da Europa se uniram e escolheram o terceiro domingo de novembro para celebrar as vítimas das ocorrências de trânsito. A data foi adotada pelas Nações Unidas em 2005 e, desde então, o mundo todo celebra o “Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito”. Aqui no Brasil, alguns eventos marcaram o dia que, excepcionalmente este ano, coincidiu com as eleições municipais no País.

No último Relatório Global de Segurança Viária, publicado em 2018, a OMS (Organização Mundial de Saúde) afirmou que 1,35 milhão de pessoas são vítimas do trânsito todos os anos no mundo e que na faixa etária de 05 a 29 anos, esta é a principal causa de morte. Mais da metade dessas mortes ocorrem em países em desenvolvimento e as principais vítimas estão a pé, de bicicleta ou de motocicleta. O mesmo Relatório também mostra que as ações realizadas pelos países nos últimos anos para cumprir a meta 3.6 dos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) que prevê uma redução em 50% no número total de mortes no trânsito no mundo, está bem longe de ser alcançada.

Leia o artigo completo em: https://mobilidade.estadao.com.br/mobilidade-com-seguranca/dia-mundial-em-memoria-as-vitimas-de-transito/

Artigo publicado originalmente no caderno Mobilidade do Estadão, em 13/11/2020Imagem: car crash em Picspree

Garbuio_transportes_renova_adesao_ao_programa_empresa_laco_amarelo
Renovação

Garbuio Transportadora renova adesão ao programa Empresa Laço Amarelo

A Transportadora Garbuio, empresa há mais de 50 anos na estrada, renova pelo segundo ano seguido a parceria com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do programa Empresa Laço Amarelo e reforça o compromisso em prol da conscientização e segurança para o trânsito brasileiro. O gerente de Segurança da Garbuio, Rafael Lopes, fala no vídeo sobre a importância da adesão ao programa Laço Amarelo, os impactos positivos parceria e os desafios diários pela paz no trânsito.

IntercementBrasil_adere_ao_programa_empresa_laco_amarelo
Adesão

InterCement Brasil adere ao programa Empresa Laço Amarelo

A InterCement Brasil, uma das maiores fabricantes de cimento do País, tendo iniciado suas operações no Brasil em 1974, firma parceria com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do programa Empresa Laço Amarelo, reforçando o seu compromisso com a cultura da segurança no trânsito brasileiro.

Sindseg_SC_promove_diversas_acoes_em_apoio_ao_movimento_maio_amarelo
Notícias

Sindseg SC promove diversas ações em apoio ao Movimento Maio Amarelo

O Sindseg SC (Sindicato das Seguradoras Previdência e Capitalização de Santa Catarina), uma entidade integrante do programa Laço Amarelo, integra a comissão organizadora do Movimento Maio Amarelo em Blumenau, e contabilizou mais de 30 atividades, durante o mês de maio, para estimular a sociedade a praticar a paz no comportamento diário, seja andando, pedalando, dirigindo ou usando o transporte público.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Laço Amarelo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.