Notícias

Professor da UFPR e Observador Certificado do OBSERVATÓRIO, Jorge Tiago Bastos, fala ao Paraná no Ar sobre os perigos da condução em rodovias sob condições adversas

Escrito por Laço Amarelo

06 AGO 2020 - 15H48

O professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Observador Certificado do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Jorge Tiago Bastos, falou hoje (06), ao jornal Paraná no Ar - da rede RIC Mais, afiliada à RecordTV -, sobre os perigos enfrentados quando se trafega em rodovias sob a combinação de fumaça e neblina.

Tiago Bastos explicou o motivo das condições serem perigosas aos condutores: “Para entender o porquê essa combinação é perigosa, a gente precisa ter em mente que, quando a gente fala de segurança viária 90% praticamente, da informação que o condutor precisa processar para tomar decisões, para reagir é visual”. Ele complementa: “Então, manter as condições adequadas de visibilidade para esse condutor é fundamental para qualquer tipo de decisão que ele precisa tomar quando está conduzindo um veículo”.

O professor Tiago Bastos faz um alerta aos condutores: “Que tipo de informação a gente precisa enxergar, processar visualmente? É a sinalização horizontal: são as marcas no pavimento, a sinalização vertical: as placas de trânsito, pensando em um cenário de rodovia, é o veículo que está à nossa frente. Então, no momento em que o condutor não consegue enxergar esses dispositivos ou esses outros elementos do sistema, é o momento de realmente redobrar os cuidados, reduzir a velocidade e, eventualmente, buscar um local seguro para a parada do veículo”, diz.

O professor e Observador Certificado do OBSERVATÓRIO também comentou sobre o acidente ocorrido na noite do último domingo (2), na BR-277, que envolveu mais de 20 veículos, com oito mortos e 26 feridos. Falou também sobre as tecnologias existentes para melhorar a visibilidade nas rodovias e evitar a tragédia ocorrida e, aproveitou para dar dicas sobre como os condutores podem trafegar em uma situação adversa como essa.

“Grande parte das decisões estão nas mãos do condutor, é ele quem decide a velocidade que deve praticar, quando ele deve parar, enfim, que tem essa autonomia para avaliar essas características todas naquele momento”.

Assista à matéria:

https://youtu.be/G2M3TNXIqU0

Assista ao programa completo:

https://www.facebook.com/ParananoAr/videos/1221576808186744

Riffel_renova_adesao_ao_programa_empresa_laco_amarelo
Renovação

Riffel renova adesão ao programa Empresa Laço Amarelo

A Riffel Moto Peças reafirma o seu comprometimento com a segurança para o trânsito com a renovação da parceria estabelecida com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do Programa Empresa Laço Amarelo. A coordenadora de Marketing da Riffel, Bárbara Moser, fala sobre as ações e iniciativas desenvolvidas pela empresa em busca da redução dos sinistros de trânsito e como os materiais recebidos pelo programa Empresa Laço Amarelo possibilitam para essa conscientização.

Divinopolis_MG_renova_parceria_por_meio_da_associacao_com_o_programa_Municipio_Laco_Amarelo
Renovação

Divinópolis/MG renova parceria por meio da associação com o programa Município Laço Amarelo

O município de Divinópolis, localizado próximo à Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, renova parceria com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio da associação com o programa Município Laço Amarelo. O secretário Municipal de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade Urbana de Divinópolis, Lucas Estevam, fala sobre os desafios para implementar ações de segurança no trânsito no município e como o programa Laço Amarelo contribui nesse sentido.

Blumenau_sc_renova_adesao_ao_programa_municipio_laco_amarelo
Renovação

Blumenau/SC renova adesão ao programa Município Laço Amarelo

O município de Blumenau, em Santa Catarina, renova a parceria com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do programa Município Laço Amarelo. Em vídeo, o coordenador de Educação para o Trânsito, Marco Rebello, fala sobre a importância de promover ações organizadas com conteúdos adequados que dialoguem diretamente com todas as camadas da sociedade, com a finalidade de reduzir lesões e óbitos no trânsito.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Laço Amarelo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.