Notícias

Vítimas de acidentes vão às ruas por mais segurança no trânsito

Escrito por Maio Amarelo

02 JUN 2022 - 16H18

Vítimas de acidentes vão às ruas por mais segurança no trânsito

Com a participação de vítimas de acidentes, uma ação de conscientização sobre o trânsito em São José vem reforçando o risco da desatenção e da imprudência para os motoristas da cidade. Na faixa de pedestre de um cruzamento da avenida Cidade Jardim, vítimas exibiram cartazes sobre o número de acidentes ocorridos na cidade.

Quando o sinal fechava, um grupo de 30 pessoas, que representa o número médio de acidentes em São José a cada semana, se posicionava sobre a faixa de pedestre para despertar a conscientização sobre a importância do comportamento seguro no trânsito.

A campanha especial ocorre em meio às ações do Maio Amarelo, para sensibilizar motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres sobre os riscos envolvendo o trânsito, o comportamento irresponsável, a imprudência e o desrespeito as regras de trânsito. Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária, 90% dos acidentes ocorrem por falhas humanas, que podem envolver desde a desatenção dos condutores até o desrespeito à legislação.

Luiz Guilherme de Jesus Raimundo, 32 anos, se lembra do dia do acidente que o deixou em uma cadeira de rodas. Foi na tarde do dia 29/01/2017. “Em segundos, minha vida mudou. Foi uma imprudência. Eu estava de moto e fiz uma ultrapassagem em uma curva. Quando acontece é tudo muito rápido e você tem que decidir na hora. Ia bater de frente com um carro, desviei e cai em uma cerca”, disse.

Segundo ele, uma escolha errada pode resultar numa consequência irreparável. “Temos de tomar cuidado com nossas escolhas. Nosso maior patrimônio é a nossa vida. Tem muita gente imprudente e no trânsito devemos dirigir para todos”, disse.

Guilherme fez questão de participar da ação para despertar nos mais jovens a conscientização sobre os riscos do trânsito. “A pressa é inimiga. Escolha dar a passagem para o outro e espere. Essa foi minha lição”

E para superar ele participou de grupos de acolhimento no Hospital Lucy Montoro e há cerca de um ano integra o programa Party, da Secretaria de Saúde em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana para a conscientização de jovens sobre o uso da bebida ao volante. “Eu vi neles a inspiração para lutar. A cadeira não é o fim. Vou tirar minha habilitação, fazer cursos e ter uma vida mais próxima do normal”.

O motoboy Jonathans Ribeiro, 34 anos, também é uma vítima do trânsito. Em dezembro de 2019, foi atingido por um carro quando cruzava a avenida dos Evangélicos, no Campo dos Alemães, para fazer uma entrega. “Eu estava trabalhando e fui atingido por um motorista que estava alcoolizado e que não prestou socorro. Quebrei o planalto tibial da perna direita. Não perdi a perna, mas levei 1 ano e cinco mesmo para me recuperar”, disse.

Para ele, o trânsito ainda é muito perigoso. “É a irresponsabilidade e a falta de bom senso os principais causadores de acidentes. O trânsito continua perigoso por causa da atitude das pessoas. A vida do outro se tornou banal e falta respeito pelo ser humano. Por isso, a conscientização é tão importante e deve ser repassada, principalmente para que as crianças de hoje sejam, no futuro, motoristas que respeitam pessoas”.

Vítima de um acidente de moto que a fez perder a perna direita, a dona-de-casa Bárbara Caroline Tenório, 34 anos, também fez questão de deixar seu recado. “Não podemos deixar a tristeza de nossas perdas, tomar conta de nossos pensamentos. Nosso objetivo é mostrar os riscos do trânsito e salvar vidas.


  • Quem promoveu a ação: Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Secretaria de Mobilidade Urbana
  • Tipo da ação: Mídia online.
  • Data de realização: 19/05/2022
  • Alcance: Entre 1.000 e 5.000 pessoas.
  • Estado: São Paulo.
  • Cidade: São José dos Campos
  • Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=FquZ05pHyTA
4_seminario_mobilidade_humana_segura_suustentavel
Notícias

Representantes da América do Sul e Europa debatem mobilidade urbana em Foz do Iguaçu/PR

O 4° Seminário de Mobilidade Humana Segura e Sustentável, realizado em Foz do Iguaçu, Paraná, nos dias 6 e 7 de maio marcou a abertura internacional do Movimento Maio Amarelo 2024. A cerimônia contou com a presença de diversos profissionais de áreas interdisciplinares do setor de mobilidade de sete países, que se mobilizaram para compartilhar práticas, experiências e estratégias que auxiliem na redução de sinistros e mortes no trânsito.

Artigo_ceo_observatorio_maio_amarelo_mobilidade_estadao
Notícias

Mobilidade Estadão publica artigo do CEO do OBSERVATÓRIO com reflexões sobre o Movimento Maio Amarelo

O caderno Mobilidade Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, publicou o artigo do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, com reflexões sobre a relevância do Movimento Maio Amarelo para levar a mensagem de paz no trânsito para toda a sociedade.

Estudante_da_unicamp_integrante_onda_amarela_recebe_certificado_23_congresso_europeu
Notícias

Estudante da Unicamp e integrante da Onda Amarela, recebe certificado de Melhor Apresentação de Pôster no 23rd European Congress

Durante o 23º Congresso Europeu de Trauma e Cirurgia de Emergência, realizado entre 28 e 30 de abril em Lisboa, Portugal, a estudante de medicina da Unicamp e integrante do Movimento Onda Amarela, Helena Alves, foi premiada como “Melhor Apresentação de Pôster”, em cerimônia realizada durante o encerramento do evento, na terça-feira (30/04).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Maio Amarelo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.