OBSERVATÓRIO | 8° Fórum de Segurança – Nova Friburgo
765
post-template-default,single,single-post,postid-765,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

8° Fórum de Segurança – Nova Friburgo

8° Fórum de Segurança – Nova Friburgo


8° Fórum de Segurança - Nova Friburgo

O número de acidentes de trânsito com ou sem vítimas é uma preocupação em todo país, por isso, Nova Friburgo, Região Serrana do Rio, realiza o 8º Fórum de Segurança nesta segunda-feira (2), às 19h, no auditório do Senai. O evento é realizado pelo Conseg (Conselho Comunitário de Segurança de Nova Friburgo).

De acordo com pesquisa divulgada pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios) a cada hora cinco pessoas perdem a vida em desastres desse gênero. Só em 2011, 43.256 pessoas morreram em acidentes de trânsito e ainda 580 mil ficaram feridas .Essa análise apontou que em três décadas 900 mil pessoas perderam a vida em acidentes.

E não é só quem está no trânsito que fica vulnerável aos acidentes. No ano passado, por exemplo, 40.416 pedestres foram internados depois de atropelamentos. “São números alarmantes, que vemos com grande pesar”, afirma José Aurélio Ramalho, diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, instituição que apoia o 8º Fórum. Segundo ele, nem mesmo as taxas baixas, como na região do ABC em São Paulo, podem ser motivos para se festejar. “Cidades como Santo André tem grande fluxo de veículos e baixa velocidade. Pode ter menos mortes, mas muitos acidentes e feridos com sequelas graves”, alertou José Aurelio.

Contudo, não são apenas motoristas bêbados que se tornam um perigo no trânsito. Aqueles que falam ao celular e dirigem ao mesmo tempo têm a mesma gravidade, segundo opinião do diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária. “Quem dirige e fala ao celular não percebe nada em volta. É muito grave”, afirmou José lembrando das imprudências que os motoristas cometem no trânsito colocando em risco a própria vida e de outras pessoas.

Para falar das legislações que envolvem a segurança viária, o Fórum terá a presença do deputado federal Hugo Leal.

Confira a programação do 8º Fórum de Segurança

O Fórum traz mais uma vez o tema: “Violência no trânsito: até quando?”, e nessa linha serão abordados quatro painéis temáticos, sendo eles:

– “Se beber, não dirija”– com a coordenação operacional da Lei Seca no Estado do Rio de Janeiro;

– Violência no trânsito: um caso de saúde pública– com a Fundação Municipal de Saúde de Nova Friburgo

– Instituto Observar– com o Observatório Nacional de Segurança Viária

– ‘Imobilidade Urbana’– com o CODENF (Conselho de Desenvolvimento de Nova Friburgo

Sem comentários

Escreva um comentário