OBSERVATÓRIO | Antes de pegar a estrada, redobre cuidados com o veículo
4212
post-template-default,single,single-post,postid-4212,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Antes de pegar a estrada, redobre cuidados com o veículo

Antes de pegar a estrada, redobre cuidados com o veículo

OBSERVATÓRIO dá dicas para ampliar a sua segurança e garantir viagens tranquilas.

O feriado da Padroeira do Brasil, no dia 12 de outubro, próxima segunda, deve levar milhares de carros para as rodovias em todo o país. Muita gente vai aproveitar para ir à praia; para descansar, vale roteiros também mais bucólicos com rotas de montanhas ou ecológicas –  enfim, feriado é quase sempre sinônimo de “pegar” a estrada.  E ainda tem aquela rota que promete sempre ser concorrida, como a visita a mais tradicional basílica do país, o Santuário de N Sra. Aparecida, em Aparecida, no Vale do Paraíba, onde milhares de fiéis devem marcar presença.

Quando o tema é viagem, as preocupações aumentam à medida que a exposição ao risco cresce também; e os feriados são períodos propícios para alertar sobre a necessidade de redobrar cuidados no trânsito. Muitos veículos nas estradas, pessoas muitas vezes cansadas e comportamentos de riscos (uso de bebidas e do celular) potencializam os perigos – e tem ainda muita gente que sai para viajar sem fazer revisão de seus veículos, colocando sua segurança e a dos outros de lado.

Para se ter uma dimensão do tamanho da frota nas rodovias, só no Corredor D. Pedro, a estimativa da Concessionária Rota das Bandeiras é de que mais de 640 mil veículos circulem entre a zero hora de sexta-feira, dia 9, e as 23h59 da segunda-feira, dia 12. A estimativa leva em consideração as rodovias D. Pedro I (SP-065), José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), Professor Zeferino Vaz (SP-332), Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360) e Romildo Prado (SP-063).

Nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, de acordo com a CCR Autoban, a expectativa é de 700 mil veículos, entre saída e chegada à Capital, nos quatros dias, entre o dia 9 e 12 de outubro.

Portanto, para evitar dores de cabeça, estresse e que a sua viagem não termine na estrada, o ONSV (OBSERVATÓRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA) disponibiliza o vídeo “Revisão antes de viajar” ao público.

No vídeo, o OBSERVATÓRIO alerta que ao tentar fugir da rotina, sem qualquer planejamento, famílias inteiras podem ter surpresas desagradáveis, além de se colocarem em risco e também os outros.

A principal recomendação é que para viajar tranquilo e com toda segurança, todos devem fazer uma revisão preventiva no seu veículo. Uma dica importante também é fazer um check list para não esquecer o essencial, destaca a entidade.

O primeiro passo deve ser a verificação dos documentos: veja se a sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) está dentro do prazo e a documentação do seu veículo em dia. Eles são obrigatórios e imagine se você for o único motorista no carro e esquecer o documento – vai ficar estressado e pode até ter o carro apreendido.

Também não deixe de levar os telefones das concessionárias das rodovias, nas quais você vai trafegar, para casos de emergência.

Aposte sempre na prevenção é mais seguro e econômico!

Muitos itens podem ser verificados na sua própria casa e você pode fazer isso sozinho; e só acionar o mecânico se encontrar problemas.

Itens que devem ser observados no seu carro:

– Nível do óleo do motor – não deve estar abaixo e nem acima do máximo, já que a falta ou excesso podem gerar problemas;

– radiador – confira se o nível da água é suficiente ou se há necessidade de completar;

– fluido do freio;

– vazamentos;

– faróis, lanternas, luzes de freio e de ré devem ser testados. Você pode usar uma parede para verificar o funcionamento desses itens;

– a pressão dos pneus é muito importante para garantir a estabilidade do carro;

– não esqueça de verificar ainda as condições dos pneus e do estepe;

– teste o limpador de parabrisas;

– olhe se o macaco, estepe e triângulo estão em ordem; e

– verifique o nível de combustível para evitar panes secas.

Uma simples revisão faz toda a diferença para uma viagem muito mais segura.  Só pegue a estrada depois de regularizar qualquer problema que constatar. No trânsito, não aposte na sorte, quando você investe na manutenção, você investe na vida.

Horário pode ser decisivo para minimizar estresse

Com relação aos horários para iniciar sua viagem, dá para fugir das lentidões e congestionamentos escolhendo os horários de menor fluxo.

No Corredor D. Pedro, a orientação da concessionária é de que o motorista evite pegar estrada na sexta, dia 09/20, a partir das 17 horas; e no sábado, dia 10, das 7h às 12h. Na segunda-feira, é bom evitar a partir das 14 horas. Esses serão os períodos que concentrarão o maior fluxo de veículos, segundo a Rota das Bandeiras.

Nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, os horários de pico neste feriado, de acordo com a Concessionária CCR AutoBAn  são das 14 às 20h, da sexta, dia 9; no sábado, das 9h às 14h; e na segunda, dia 12/10, das 13 às 23h.

Telefones úteis:

Rota das Bandeiras – 0800-770-8070                  CCR AutoBAn – 0800-055-5550

Nova Dutra – 0800-017-3536                    CCR Rodoanel – 0800-773-6699

Ecovias dos Imigrantes -0800-19-7878     Autopista Fernão Dias – 0800-283- 0381

Sem comentários

Escreva um comentário