OBSERVATÓRIO | Aposte na direção econômica, todos ganham com sua atitude
5500
post-template-default,single,single-post,postid-5500,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Aposte na direção econômica, todos ganham com sua atitude

Aposte na direção econômica, todos ganham com sua atitude

direcao-economica

Em tempos de crise econômica, reduzir custos já virou um mantra na cabeça do brasileiro, mas o que muita gente não para para pensar é que se não é possível trocar o carro por outra alternativa de transporte mais barata, é possível pelo menos tentar reduzir os gastos com o veículo. Com os combustíveis sempre em alta, e já que ele pesa bastante no custo dos trajetos, a pergunta que fica é o que fazer para gastar menos com o seu veículo? E a resposta está em redefinir a forma de dirigir, com pequenas mudanças de hábito na hora que você entra no carro ou mesmo até antes disso.

Numa linguagem mais técnica, é preciso dirigir de forma econômica – uma prática importante para reduzir custos e com vantagens para toda a sociedade. A direção econômica é aquela na qual o motorista aproveita de forma adequada os recursos e equipamento que o veículo oferece, gastando menos; e essa forma de dirigir envolve saber usar em cada situação (descidas, subidas, curvas, lentidões, retas, curvas), os freios, o acelerador, ar-condicionado e cuidar da manutenção de diversos itens. Confira algumas dicas:

Se você pensa mesmo em reduzir custos nos seus trajetos, procure sempre planejar as rotas antes de sair. Desta forma, você não fica torrando combustível procurando o seu destino. Hoje, com inúmeros aplicativos e GPS, essa medida é uma exigência e deve ser uma prática.

A manutenção do seu veículo também impacta nos custos. Quer um exemplo: o cuidado com a pressão/calibragem dos pneus pode reduzir em até 4% o consumo dos combustíveis e os simples fato de trafegar de vidros abertos também vai fazer você gastar mais.

Outros fatores como a carga dentro do veículo também devem ser observados. Já que quanto mais pesado o seu carro estiver, maior será o esforço do motor. Resultado: mais consumo.

Dirigir em velocidades regulares também faz toda a diferença para economizar. Procure sempre não acelerar, nem parar bruscamente, pois além de usar mais combustível, vai poluir mais o ambiente em que estiver circulando, pois a queima de CO2 será maior.

Mais orientações:

Muita gente pensa que dirigir em ponto morto em descidas pode ajudar a economizar, mas essa é uma visão equivocada, uma vez que o carro engatado, além de mais segurança, consome menos.

Apesar de garantir conforto, o uso do ar-condicionado resulta em mais gastos. De acordo com estudos, a cada 100km rodados com esse aparelho ligado, o veículo vai gastar 1,5 litros a mais de combustível.

Os resultados

Com essas práticas, as vantagens são inúmeras para o condutor e para o trânsito em geral, pois quando se adota a direção econômica, se dirige com mais cuidado – de forma defensiva, ampliando a segurança de todos. A tendência ao respeito às leis de trânsito também cresce e o condutor ganha, pois seu  veículo vai ter uma depreciação menor, já que o cuidado com a manutenção será uma estratégia constante. E, por fim, os resultados também terão impacto na poluição ambiental. Ou seja, quando o motorista adota a direção econômica, ele ganha e toda a sociedade agradece.

1Comentário

Escreva um comentário