OBSERVATÓRIO | Cresce o número de multas por uso de celular em Minas Gerais
23181
post-template-default,single,single-post,postid-23181,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Cresce o número de multas por uso de celular em Minas Gerais

Cresce o número de multas por uso de celular em Minas Gerais

De janeiro a setembro desse ano, Minas Gerais registrou um aumento de 10% no número total de multas aplicadas pelo uso do celular ao volante. A observadora certificada e especialista em trânsito Roberta Torres, do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, concedeu entrevista sobre esse assunto para o telejornal da MG Record, na última terça-feira (29/10).

Nos primeiros nove meses de 2019, foram emitidas mais de 124 mil multas de trânsito em Minas Gerais, das quais 93.700 foram por segurar o telefone e dirigir e 29.400, por falar ao telefone e dirigir. Isso representa 408 multas por dia, ou 17 multas por hora, segundo dados do Detran/MG.

Para Roberta, “se você estiver dirigindo a 50 Km/h e olhar o celular, você vai gastar em torno de três segundos, mais ou menos. Nesse tempo, você vai percorrer aproximadamente 42 metros sem perceber, ou seja, de maneira cega. Essa distância representa quase meio campo de futebol. Então imagine você dirigir todo esse espaço, de forma cega”, relata.

Ela também alerta para a falta da cultura de segurança no trânsito dos brasileiros, que se preocupam mais com as multas: “Investimento em campanhas educativas, investimento em educação para o trânsito dentro das escolas, que é algo previsto dentro do Código de Trânsito Brasileiro, infelizmente é algo que não acontece, assim como a fiscalização, porque para algumas pessoas as ações educativas não vão servir. É preciso também fiscalizar”, conclui, Roberta Torres.

Assista ao vídeo:

 [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Sem comentários

Escreva um comentário