OBSERVATÓRIO | Desafios da Década pela Segurança no Trânsito terão debate em Brasília
563
post-template-default,single,single-post,postid-563,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Desafios da Década pela Segurança no Trânsito terão debate em Brasília

Desafios da Década pela Segurança no Trânsito terão debate em Brasília


Desafios da Década pela Segurança no Trânsito terão debate em Brasília

O diretor-presidente do ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), José Aurelio Ramalho, participará no próximo dia 9, quinta-feira, do III EMDS (Encontro dos Municípios com Desenvolvimento Sustentável), que tem como temática: “Nova governança federativa e o papel das cidades no Brasil e no mundo. O evento, organizado pela FNP (Frente Nacional de Prefeitos) em parceria com o Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), acontece a partir desta terça, dia 7, e prossegue até o dia 9 de abril, no Centro de Convenções Ulysses Guimaraes, em Brasília-DF.

Ramalho integrará a mesa de debates “As cidades e a Década de Ação pela Segurança no Trânsito da ONU – resultados e desafios. Participam da discussão os palestrantes Luis Carlos Mantovani Nespoli, superintendente da ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos); Paulo Carvalho, especialista em Transportes do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); Cheila Marina de Lima, consultora técnica da Área Técnica de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes; Thiago França Cabral, secretário Municipal de Mobilidade Urbana de Cuiabá (MT); Hugo Leal, deputado federal (PROS-RJ). Os debates serão mediados pelo moderador Carlos Tomé, secretário de Mobilidade do Governo do Distrito Federal.

“O Observatório sempre trabalhou com a premissa de que o trânsito acontece no município, ou seja, boas práticas podem sim ser implementadas em diversos municípios com perfis semelhantes, mas, os problemas são peculiares a cada cidade do país. Portanto, discutir as ações da Década para nossas cidades é sempre um desafio. Estamos para completar cinco anos da Década e não tenho dúvidas que cumprir a meta de redução de acidentes é um dos principais desafios dos atuais administradores públicos”, afirma Ramalho.

A proposta da mesa será refletir sobre a meta da ONU de se reduzir, no mínimo, 50% do número de vítimas no trânsito até 2020, abordando o que já foi realizado, mapeando os casos de sucesso, o que ainda pode ser feito e qual o preço de não se atingir a meta.

O debate começa às 9h e prosseguirá até as 10h30. A mesa será realizada na Sala 13, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, que fica no SDC Eixo Monumental – Lote 05, Brasília (DF).

Sem comentários

Escreva um comentário