OBSERVATÓRIO | Loggi é a mais nova Empresa Laço Amarelo
17721
post-template-default,single,single-post,postid-17721,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Loggi é a mais nova Empresa Laço Amarelo

Loggi é a mais nova Empresa Laço Amarelo

Em reconhecimento as ações de conscientização por um trânsito mais seguro e a preocupação constante com a segurança viária, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária concedeu o título “Empresa Laço Amarelo” para a Loggi, plataforma digital de entregas expressas que atua em cinco capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte.

Atualmente, a Loggi faz mais de um milhão de entregas por mês, atendendo mais de 255 mil clientes e tem como foco não somente a entrega da encomenda, mas a segurança de quem está fazendo o transporte desses documentos e pequenas cargas. Por isso, a empresa também trabalha apenas com profissionais habilitados e preparados para conduzir com responsabilidade pelas cidades onde atuam.

Nessa semana, a Loggi em parceria com o OBSERVATÓRIO e também com o Movimento Maio Amarelo, lançou o projeto “Mobilidade Urbana: por um trânsito mais seguro” que traz um vídeo institucional com os cuidados que os profissionais motociclistas que utilizam a plataforma da startup precisam ter, além dos equipamentos de proteção obrigatórios e exigidos pelas autoridades responsáveis. “Nosso objetivo com o projeto é mostrar tudo o que é preciso para ser um Motofretista do Século 21: com os equipamentos corretos, preparo adequado, responsabilidade na direção e tecnologia. Isso tudo, juntos por um trânsito mais seguro”, explica Juliana Clemente, VP de Comunicação Corporativa e Jurídico da Loggi.

Com isso, o selo “Empresa Laço Amarelo” certifica mais uma empresa preocupada e comprometida com a segurança de todos em trânsito. “A Loggi nos surpreendeu com sua preocupação junto aos motoristas e motociclistas. Esperamos que a iniciativa da Loggi possa incentivar ainda mais outras empresas com relação à segurança viária”, afirma José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO.

Veja o vídeo da campanha:

Sem comentários

Escreva um comentário