Loader
Motoristas acompanhados são mais prudentes, segundo pesquisa desenvolvida entre OBSERVATÓRIO e UFPR
24035
post-template-default,single,single-post,postid-24035,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Motoristas acompanhados são mais prudentes, segundo pesquisa desenvolvida entre OBSERVATÓRIO e UFPR

Motoristas acompanhados são mais prudentes, segundo pesquisa desenvolvida entre OBSERVATÓRIO e UFPR

Em entrevista para a rádio CBN Curitiba do estado do Paraná, o professor do Departamento de Transportes da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Jorge Tiago Bastos falou sobre a pesquisa desenvolvida em parceria com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária que identifica os motoristas acompanhados como os mais prudentes ao volante.

O professor Jorge Bastos explicou: “A ideia da realização dessa pesquisa, monitorando o comportamento natural dos condutores enquanto dirigem, surgiu a partir de estudos internacionais, da Europa, dos Estados Unidos, da Austrália que já monitoram o comportamento dos condutores dessa forma e em grande escala”, e complementa: “ a ideia foi trazer essa metodologia para o Brasil, então uma aplicação inédita no Brasil desse tipo de metodologia para poder entender um pouco mais sobre o comportamento do nosso condutor”.

Jorge Bastos completou: “Nós vivemos em uma rotina cada vez mais movimentada, cada vez mais e mais funcionalidades são agregadas ao telefone celular, a própria integração do telefone celular com o veículo está aumentando cada vez mais, mas é importante se lembrar que a tarefa principal que o condutor deve fazer é dirigir”.

Ouça a entrevista completa em: https://soundcloud.com/user-870986480/2802-jorge-bastos

Foto Redação/CBN Curitiba

1 Comment
  • Antônio Peixoto de Melo
    Posted at 22:31h, 05 março Responder

    Concordo com a pesquisa. Quando dirigimos acompanhando estamos sendo monitorado por isso temos um cuidado maior. Embora concordando com a pesquisa, vejo que precisamos desconstruir essa ideia e nos conscientizarmos de que devemos fazer a coisa certa independente de quem esteja ao nosso lado.
    No trânsito, o sentido é a Vida.

Post A Comment