OBSERVATÓRIO | Não se arrisque nas férias! Confira orientações sobre ultrapassagens
4823
post-template-default,single,single-post,postid-4823,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Não se arrisque nas férias! Confira orientações sobre ultrapassagens

Não se arrisque nas férias! Confira orientações sobre ultrapassagens

Neste período em que muita gente pega a estrada em viagens de férias, uma grande preocupação são os perigos com ultrapassagens. Ultrapassagens são manobras que podem trazer grandes riscos de acidentes e só devem ser realizadas em lugares permitidos, com boa visibilidade e nos quais o motorista tenha plena certeza de que pode realizá-las com segurança. Afinal, qualquer erro de cálculo pode resultar em colisões frontais que são aquelas que podem gerar lesões mais graves ou fatais.

Uma das principais orientações para executar esse tipo de manobra é estar atento à sinalização – as chamadas faixas dupla-amarela, que são faixas contínuas duplicada no asfalto, indicam que nesse trecho viário não deve ser feita a ultrapassagem. O motorista também deve ter cuidado em trechos como subidas, nos quais a aceleração é sempre reduzida; ou próximo à curva, onde a visibilidade não é adequada.

Em situações, nas quais o motorista se deparar com faixas dupla, sendo uma linha contínua e a outra seccionada, fica liberada a ultrapassagem do lado da linha seccionada e impedida a ultrapassagem para quem estiver na linha contínua.

O ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária) também alerta para os riscos de ultrapassagens em situações adversas como em neblina e sob chuva, com pista escorregadia.

Para a entidade de Segurança Viária, em ultrapassagens, o motorista não pode deixar de sinalizar suas intenções: usar a seta, antes de iniciar a mudança de faixa; e ao retornar na posição anterior, verificar no retrovisor se existe distância de segurança do veículo ultrapassado.

O OBSERVATÓRIO destaca que algumas situações não permitem ultrapassagens como, por exemplo, ao se deparar com uma fila de veículos ou tentar ultrapassagem pela direita. Nestas duas situações, o motorista, além de impor grande risco aos outros e a si próprio, poderá ser multado. A infração é gravíssima.

O melhor sempre é não se arriscar, alerta o OBSERVATÓRIO. “Em situações, nas quais você iniciou uma ultrapassagem e percebe que não conseguirá conclui-la com segurança, desacelere e volte a sua posição na via. Nunca force a barra, pois poderá causar acidentes.”

O tema “ultrapassagens” também é de grande interesse para a Segurança Viária e para abordá-lo de forma mais ampla, o OBSERVATÓRIO produziu um vídeo para ajudá-lo a só executar essa manobra sem perigo. Assista agora:

Sem comentários

Escreva um comentário