OBSERVATÓRIO | No Dia do Pedestre, OBSERVATÓRIO destaca cuidados com a segurança
6840
post-template-default,single,single-post,postid-6840,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

No Dia do Pedestre, OBSERVATÓRIO destaca cuidados com a segurança

No Dia do Pedestre, OBSERVATÓRIO destaca cuidados com a segurança

Dados da Seguradora Líder-DPVAT apontam que 18% das indenizações do DPVAT em 2015 foram destinadas a acidentes envolvendo pedestres

Somos todos pedestres. Mesmo quem passa várias horas do dia conduzindo veículos pelos mais variados motivos, em alguns desses momentos é pedestre.  Nesta segunda-feira, 8 de agosto, celebra-se o Dia Mundial do Pedestre, categoria sobre a qual toda a atenção em relação à segurança deve ser adotada, afinal, ele é prioridade no trânsito.

Segundo dados da Seguradora Líder-DPVAT, do total de 652.349 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT em 2015, 18% foram relacionadas a acidentes envolvendo pedestres.

Os números por si só dão dimensão dos riscos aos quais os pedestres são submetidos no dia a dia do trânsito. E por conta deles, cresce a necessidade de conscientização sobre a necessidade de aprender a respeitar e a conviver com quem não está motorizado, já que a segurança de quem está a pé depende dos cuidados de quem está no carro.

Quando se celebra o Dia Mundial do Pedestre, vale destacar que, condutores de veículos devem estar atentos e reduzirem a velocidade em áreas de grande fluxo de pedestres. E que devem, ainda, respeitar as faixas de travessia para pedestres e, no caso de não haver semáforo, dar sempre a preferência ao pedestre. No caso de haver semáforo e ele abrir enquanto ainda há pessoas atravessando, o motorista deve esperar a conclusão da travessia.

Ser gentil e paciente é um dos comportamentos fundamentais do motorista consciente. Ela deve ser demonstrada, por exemplo, quando pedestre idoso ou pessoas portadoras de deficiência atravessam vias. Em respeito ao pedestre, o motorista deve, ainda, sinalizar suas ações no trânsito usando sempre as setas.

Como a segurança não depende apenas do condutor, os pedestres também devem cumprir sua parte. Prestar atenção a todo o ambiente que o cerca, estar seguro de que foi visto por condutores antes de atravessar as vias; evitar fazer a travessia em curvas e esquinas; usar sempre a faixa são posturas do pedestre consciente.

Pedestres não devem também caminhar ou atravessar vias falando ao celular ou trocando mensagens de texto; devem observar se o semáforo está aberto para sua travessia em segurança.  E, ainda, evitar sair de trás de árvores, postes, outros veículos ou qualquer outro objeto que atrapalhe sua visualização por parte de motoristas e cuidar ao passar próximo de saídas de veículos ou garagens.

Sem comentários

Escreva um comentário