OBSERVATÓRIO | OBSERVATÓRIO discute formação dos condutores na PM-SP
3969
post-template-default,single,single-post,postid-3969,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

OBSERVATÓRIO discute formação dos condutores na PM-SP

OBSERVATÓRIO discute formação dos condutores na PM-SP

Campanha “Sou a mudança no Trânsito” também será abordada

Com a proposta de sensibilizar policiais militares do Batalhão de Trânsito de São Paulo,

que atuam na fiscalização nas ruas da maior cidade do país e colaborar para um trânsito mais seguro, a responsável pela área de Educação do ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), Roberta Mantovani, ministrará palestra na abertura da Semana Municipal de Trânsito da PM-SP, com abordagem da temática “Sou a mudança no trânsito”, definida pelo DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito) para este ano.

A palestra será na abertura da Semana, nesta sexta, dia 18, a partir das 14h.

A especialista em Educação no Trânsito destacará a campanha desse ano que desafia toda a sociedade a ser responsável por mudanças de atitudes para que possamos preservar vidas.

Durante o evento, Roberta divulgará as ações da campanha que estão sendo veiculadas pelo OBSERVATÓRIO em seu portal e mídias sociais como o facebook e o twitter, as peças educativas que abordam o respeito ao uso de equipamentos de segurança (cinto, capacetes e cadeirinhas), o respeito à sinalização com destaque à faixa de pedestres, respeito aos ciclistas, e abordam também atitudes seguras envolvendo a questão da bebida, o uso do celular ao volante e a questão do excesso de velocidade. Todo material está disponibilizado para ser veiculado gratuitamente por empresas e organizações que queiram trabalhar a conscientização em setembro

Roberta apresentará ainda o trabalho do OBSERVATÓRIO, incluindo estudos e pesquisas, dados e informações e as ferramentas disponíveis para todo o público.

Entretanto, pelo campo de atuação do público da palestra, sobretudo na fiscalização do trânsito, o ponto alto da apresentação será a formação dos condutores no Brasil, mais um estudo aprofundado do OBSERVATÓRIO, que analisou toda a formação básica, específica e técnica (também daqueles que formam os condutores) e a formação continuada dos motoristas no país, analisando conteúdos – teoria, metodologia e práticas da formação.

Esse estudo propõe mudanças estruturais na formação dos condutores e vem sendo debatido com os principais segmentos envolvidos: gestores públicos, formadores (diretores e instrutores de Centros de Formação de Condutores) e órgãos regulamentadores e fiscalizadores do trânsito.

De acordo com Roberta, hoje, sabemos que nossos condutores não são preparados, nem formados para dirigir com segurança. “Acredito que é preciso privilegiar a formação e a segurança do condutor, pois estaremos priorizando a vida dele e a dos outros. Não há dúvida que a formação inadequada e insuficiente do condutor pesa muito e é definidora para esse quadro de violência e mortes no trânsito”.

Segundo Roberta, o OBSERVATÓRIO defende que a educação e formação para o trânsito devem ser um processo contínuo que pode ganhar espaço nas escolas como etapa inicial para uma nova cultura de segurança; e ter no trabalho dos CFCs a complementação necessária no processo de preparação para dirigir com responsabilidade.

“Precisamos de uma formação voltada para a direção com responsabilidade e segurança, devemos priorizar a percepção do risco”. Também não podemos deixar de ressaltar que os novos condutores têm pago por uma formação que eles praticamente não recebem”.

Se a formação for a mais adequada, defende a educadora, todo o trabalho de fiscalização no trânsito seria vista como um processo muito mais natural, mais uma etapa educativa e não só punitiva, argumenta.

O público estimado para o evento é de 300 participantes, sendo voltado ao segmento de policiais militares, com participação gratuita.

O evento será no Auditório do COPOM-SP (Centro de Operações da Polícia Militar), à Rua Ribeiro de Lima, 158, na Luz, em São Paulo.

Sem comentários

Escreva um comentário