OBSERVATÓRIO |  OBSERVATÓRIO orienta para boas condutas no trânsito
6707
post-template-default,single,single-post,postid-6707,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

 OBSERVATÓRIO orienta para boas condutas no trânsito

 OBSERVATÓRIO orienta para boas condutas no trânsito

Respeitar as regras, ser gentil e ter bom senso são ingredientes fundamentais para quem quer contribuir para um trânsito mais humano e seguro

Parte do dia a dia de um contingente considerável de pessoas, o trânsito, em especial nas grandes cidades, pode ser fator gerador de impaciência, estresse e até mesmo de comportamento negativo. Afinal, ter de enfrentar longos congestionamentos quando se tem horário para chegar ao trabalho ou a outro tipo de compromisso pode causar irritabilidade. E esse é um sentimento que não deve estar presente no trânsito.

Mesmo tendo de enfrentar congestionamentos ou comportamentos desaconselháveis de outros motoristas, as boas atitudes devem ser marcas de quem quer um trânsito responsável, cidadão e, consequentemente, que iniba a ocorrência de transtornos, acidentes e mortes.

No sentido de contribuir para isso, o ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), aconselha algumas posturas que, seguramente, contribuirão para um ambiente menos tenso nas vias, e para a cidadania como um todo.

A primeira delas é a respeitar as regras. Parar na faixa de pedestres para que atravessem com segurança, é um bom sinal de respeito. Não avançar sinal vermelho, colocando em risco sua vida e a de outros também é fundamental para um trânsito mais seguro e menos violento. Apesar de essas posturas serem passíveis de punições por lei, é comum acontecerem em nome da pressa, por exemplo.

Não estacionar em fila dupla, nem na frente de garagens também são posturas de quem quer contribuir para a paz no trânsito. De igual modo, não estacionar em vagas reservadas para portadores de deficiência, e de idosos, também é demonstração de respeito à cidadania  que deve ser praticado por todos.

Os condutores de veículos devem sempre lembrar que as pessoas têm interesses distintos e que é preciso bom senso para evitar conflitos no trânsito. Sendo assim, dê passagem ao outro veículo quando for solicitada, não seja rude com o motorista que cometeu um erro, evite brigar com outro condutor que tenha parado à sua frente para tentar estacionar em uma vaga.

Sabedoria e humildade são também posturas positivas no trânsito conturbado, em especial o das grandes cidades. Por isso é aconselhável reconhecer eventuais erros cometidos e se desculpar por eles. Não participar de qualquer briga, discussão ou desentendimento no trânsito é, igualmente, postura aconselhada.

A concentração quando se dirige é ingrediente indispensável para quem quer evitar acidentes ou confusão no trânsito. Por isso, quando estiver ao volante, procure distanciar-se de tudo o que possa causar distração. Jamais use celular enquanto dirige, seja para atender a ligações ou para trocar mensagens de texto. Sinalize sempre suas intenções já que a sinalização é um instrumento eficaz de comunicação no trânsito.

Para contribuir com a segurança e a boa convivência no trânsito, procure ser gentil e, por vezes, colocar-se na situação que está sendo vivenciada pelo outro, seja ela um ciclista, motociclista, pedestre ou até mesmo outro motorista. Praticando essas posturas o condutor estará contribuindo sobremaneira para um trânsito mais humano e mais seguro.

 

Sem comentários

Escreva um comentário