OBSERVATÓRIO | Observatório participa de Fórum Global de ONG’s
1405
post-template-default,single,single-post,postid-1405,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Observatório participa de Fórum Global de ONG’s

Observatório participa de Fórum Global de ONG’s


Observatório participa de Fórum Global de ONG’s

Começou nessa manhã (13.03) na cidade de Marrakesh (Marrocos) o 4º Fórum Global de ONGs (Organizações Não Governamental) de Segurança Viária reunindo representantes de 68 países dos cinco continentes. A cerimônia de abertura contou com a presença do Ministro dos Transportes e Logística do Governo de Marrocos Mohamed Najib Boulif, além de representantes do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes de Trânsito do mesmo país.

A mesa de autoridades contou ainda com a presença de Etienne Krug, diretor do departamento de prevenção ao trauma da OMS (Organização Mundial de Saúde), Dra. Ilham Bachisse, diretora de Hospitais e Ambulatórios do Ministério da Saúde do Marrocos, Marc Shotten, especialista do setor de Transportes do Banco Mundial, Joop Goos, presidente da PRI (Associação Internacional de Segurança Viária) e Jeffrey Witte, presidente da Aliança Mundial das ONG’s de Segurança Viária.

As autoridades ressaltaram a importância de ampliar os investimentos em educação, com o intuito de prevenir os acidentes em todo o mundo. “Hoje, a maioria dos países destina 2% do PIB para prevenir acidentes de trânsito. Isso precisa ser ampliado”, afirmou Marc Shotten. Para Joop Goos, o importante é estender a cooperação das ONGs de segurança viária, divulgando as boas práticas já desenvolvidas por muitas delas em diversos países.

Além das discussões sobre como ampliar o trabalho das ONGs junto aos governos e também a sociedade organizada, os participantes discutirão nos dois dias do evento, o papel das ONGs durante a reunião ministerial da ONU sobre segurança viária que será realizada no Brasil em novembro desse ano.

Para José Aurélio Ramalho, presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária que participa do Fórum representando o Brasil e divulgando o Movimento Maio Amarelo, a importância desses encontros é principalmente conhecer as boas práticas em diversos países para depois adaptá-las a realidade brasileira.

O evento tem encerramento previsto para o final da tarde de sábado (14).

Sem comentários

Escreva um comentário