OBSERVATÓRIO | ONSV participa de lançamento oficial da Semana Nacional de Trânsito
7194
post-template-default,single,single-post,postid-7194,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

ONSV participa de lançamento oficial da Semana Nacional de Trânsito

ONSV participa de lançamento oficial da Semana Nacional de Trânsito

Criação valida o que a comunidade técnica de trânsito defende há muito tempo, diz Paulo Guimarães, diretor do OBSERVATÓRIO

Representado por seu diretor-técnico, engenheiro Paulo Guimarães, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária participou nesta terça-feira, 20 de setembro, em Brasília, dos eventos que abrem oficialmente a Semana Nacional de Trânsito, no Ministério das Cidades.

Na plenária foi lançado pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo, o Comitê Empresarial de Segurança Viária, como ação educativa em alusão à Semana. O comitê será composto por até 15 representantes indicados por agentes da sociedade civil dotados de personalidade jurídica (com ou sem fins lucrativos), que pleitearem vaga junto ao Ministério das Cidades.

Na avaliação do diretor do OBSERVATÓRIO, a iniciativa é altamente positiva, já que, em geral, a responsabilidade sobre a segurança no trânsito costuma a ser atribuída aos governos.

“Tive a oportunidade de, em minha fala no evento, parabenizar o Ministério, porque a criação do comitê empresarial valida o que a comunidade técnica de trânsito defende há muito tempo; ou seja, envolver os três setores da sociedade – poder público, sociedade civil e iniciativa privada – cada um com sua parcela de contribuição e responsabilidade, todos pelo bem comum do trânsito.  E o comitê oficializa e institucionaliza a participação da iniciativa privada nas políticas públicas de trânsito”, considera Guimarães.

Caberá ao Ministério das Cidades a tarefa de selecionar os integrantes do comitê e divulgar a lista dos aprovados em seu site. A escolha se dará a partir das ações e projetos que já empreendam ou que se comprometam a empreender, com vistas à segurança, prevenção e redução de acidentes de trânsito no país. Os selecionados se reunirão no mínimo duas vezes a cada ano.

A seleção deverá ser iniciada e concluída a cada 12 meses a contar da data de divulgação dos primeiros selecionados, que se reunirão no mínimo duas vezes a cada ano.

Sem comentários

Escreva um comentário