OBSERVATÓRIO | República de Bangladesh encaminha estudo para avaliação do ONSV
16506
post-template-default,single,single-post,postid-16506,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

República de Bangladesh encaminha estudo para avaliação do ONSV

República de Bangladesh encaminha estudo para avaliação do ONSV

Documento se refere a ações tomadas para a redução dos acidentes de trânsito em Dhaka-Sylhet

O governo da República Popular de Bangladesh, na Ásia, encaminhou para conhecimento e opinião do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, estudo que realizou e que aponta a solução para acidentes de trânsito em Dhaka-Sylhet, rodovia que passa por Daca, a capital do país.

Segundo a comunicação enviada, por conta do elevado número de acidentes ocorridos no local, o governo realizou um estudo de engenharia de tráfego utilizando técnicas como avaliação da velocidade empregada pelos veículos, postura dos pedestres ao realizar a travessia e elaborou um projeto de melhora do pavimento, implantação de sonorizadores e linhas de estímulo à redução de velocidade. Melhorou, além disso, a sinalização do trecho e, por fim, implantou uma faixa para travessia de pedestres no local.

Paralelamente, promoveu uma ação de conscientização junto aos moradores daquela região e aos condutores que transitam pelo área. Somadas, essas atitudes, ainda segundo a comunicação, resultaram na redução de acidentes, no ponto crítico, da ordem de 60%.

As ações adotadas pelo governo, cuja descrição foi encaminhada para conhecimento e avaliação ao OBSERVATÓRIO, foram elogiadas pela entidade. “Cumprimentamos as autoridades envolvidas na solução do caso apresentado e afirmamos que através de vontade política e de uma ação tecnicamente simples, mas bem fundamentada de acordo com preceitos da engenharia de tráfego, como avaliação da velocidade empregada pelos condutores, e também um trabalho educativo, foi possível disponibilizar à população da localidade, uma forma mais segura para a travessia de pedestres”, diz Renato Campestrini, gerente-técnico do OBSERVATÓRIO.

Campestrini destaca também que na comunicação enviada pelo OBSERVATÓRIO ao governo de Bagladesh, foi ressaltado “que iniciativas dessa natureza sejam replicadas em mais localidades, para que o objetivo maior, a preservação da vida seja alcançado”.

Sem comentários

Escreva um comentário