OBSERVATÓRIO | Sindseg SP e ANSP promovem Café com Seguro Especial Maio Amarelo
16988
post-template-default,single,single-post,postid-16988,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Sindseg SP e ANSP promovem Café com Seguro Especial Maio Amarelo

Sindseg SP e ANSP promovem Café com Seguro Especial Maio Amarelo

O Impacto Social dos Acidentes de Trânsito no Brasil é tema do evento, que terá o diretor-presidente do ONSV, José Aurélio Ramalho, como palestrante em dois painéis

O diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, José Aurelio Ramalho, profere palestras nesta quinta-feira, 25 de maio, no Café com Seguro Especial Maio Amarelo – O Impacto Social dos Acidentes de Trânsito no Brasil, que será realizado no Auditório do Sindseg SP, na Avenida Paulista, 1294, 4º andar, Conjunto B.

No evento, Ramalho terá duas participações. Na primeira delas, às 9h, discorrerá sobre o tema do evento observando os impactos mundial, nacional, estadual e municipal. Na segunda,  nas considerações finais, às 11h, abordará a perspectiva para a mudança do cenário atual. As inscrições ainda estão abertas e, interessados em mais informações devem entrar em contato por meio do endereço eletrônico Luciane@anspnet.org.br ou pelo telefone (11) 3333.4067.

Promovido pelo Sindseg SP (Sindicato das Empresas de Seguro, Resseguros e Capitalização) e pela ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência), o evento contará também com a participação de dirigentes das duas instituições.

Em suas participações nos painéis, Ramalho, traçará, ainda, um panorama dos custos dos acidentes de trânsito para o país, que somam R$ 56 bilhões anuais, montante que poderia  seguir para ações sociais como, por exemplo, a construção de 1,8 mil hospitais e 28 mil escolas. E sobre o fato de os acidentes de trânsito no Brasil serem os responsáveis pelo maior número de mortes no país.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 26 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

 

Sem comentários

Escreva um comentário