OBSERVATÓRIO | Transporte de passageiros – a responsabilidades de cada um
4206
post-template-default,single,single-post,postid-4206,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Transporte de passageiros – a responsabilidades de cada um

Transporte de passageiros – a responsabilidades de cada um

Novo boletim de rádio discute deveres de motoristas e passageiros

Trânsito não é só sinônimo de carros ou de motoristas, como a grande maioria acredita, alerta a jornalista Daniela Gurgel, gestora de comunicação do ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), no primeiro boletim de rádio do mês de outubro, resultado da parceria com a Rádio SulAmérica. “É preciso pensar em todos, também, nos passageiros”, argumenta.

Neste mês, Daniela vai discutir nos boletins semanais o tema “Transporte Seguro de Passageiros” e as responsabilidades de cada um.

Na edição desta semana, ela destaca o dever dos motoristas verificarem e exigirem daqueles que transporta o uso dos equipamentos de segurança, como o cinto ou o capacete, no caso de motociclistas e o garupa.

No boletim, Daniela lembrou o episódio com o cantor sertanejo, Cristiano Araújo, morto por não usar o cinto no banco traseiro, como um grande alerta para toda a sociedade. “O caso nos trouxe à tona a imensa responsabilidade do motorista com seus passageiros, já que a namorada do cantor também, sem cinto, morreu; enquanto os ocupantes do veículo (motorista e assessor) que usavam o equipamento se salvaram, com ferimentos leves. “Independentemente do grau de relação que o motorista tenha com o passageiro, ele deve verificar e exigir se todos estão usando o cinto, antes de transportá-los.”

O caso teve ainda o agravante do excesso de velocidade, que potencializou os riscos de morte, comentou a jornalista.

Durante o bate-papo, a jornalista abordou a responsabilidade dos passageiros, já que eles têm que ter consciência que sua proteção também depende deles próprios. Outras posturas importantes para a segurança do transporte de passageiros foram citadas como evitar conversas calorosas, emotivas ou mesmo discussões com o motorista, que podem colocar todos em risco nos deslocamentos.

Daniela ressaltou que, assim, como os motoristas podem ajudar a melhorar o trânsito, passageiros também têm suas responsabilidades neste processo.

Ouça a íntegra do boletim! 

Na próxima semana, ela já antecipou, o Boletim vai abordar os cuidados que motoristas devem ter no transporte de idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

Sem comentários

Escreva um comentário