Comunicação

BRASIL TEM AUMENTO DE MORTES NO TRÂNSITO EM 2021

Escrito por Portal ONSV

03 MAI 2023 - 17H11 (Atualizada em 03 MAI 2023 - 19H19)

O Ministério da Saúde disponibilizou nesta terça (02/05), a base de dados consolidada do DataSUS (Sistema de Informações de Mortes) para o ano de 2021. Com isso, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária divulga a análise dos dados disponíveis, com foco na evolução desses números entre 2020 e 2021.

A quantidade de óbitos anuais no trânsito brasileiro cresce pelo segundo ano consecutivo. Em 2021, o Brasil apresentou um aumento de 3,35% no total de óbitos registrados no trânsito, totalizando 33.813 mortes por sinistros de trânsito, um aumento de 1.097 óbitos em comparação com os dados de 2020. A variação percentual de 3,35% em 2021 foi similar aos aumentos ocorridos em 2014 e 2012.




Óbitos por regiões do país

Considerando as macrorregiões do Brasil, o Sul apresentou o maior aumento percentual de mortes no trânsito, atingindo 7,21%. Em ordem decrescente, segue a região Centro-Oeste com um aumento de 6,56%, região Sudeste com 4,36% e região Norte com aumento de 0,95%. Apenas a região Nordeste apresentou uma redução nos números de mortes no trânsito, com uma variação de -0,26%, o que representa uma estabilidade nos números do Nordeste.




Óbitos por estado

Em relação às mortes no trânsito por Estados, os que apresentaram os maiores aumentos percentuais na quantidade de óbitos entre 2020 e 2021 foram:

  • Amapá: 41%
  • Tocantins: 12%
  • Mato Grosso: 11%

Por outro lado, os Estados que mais apresentaram reduções na quantidade de mortes no trânsito foram:

  • Acre: -17%
  • Pará: -5%
  • Alagoas: -5%

Nessa análise, precisamos parabenizar os Estados do Acre e Pará na região norte e Alagoas, na região Nordeste pelos números alcançados. Isso pode representar um trabalho diferenciado, em conjunto com toda sociedade para trazer mais segurança no trânsito para todos.



Óbitos por modal

Considerando o modo de transporte em que a vítima se encontrava durante o sinistro, os modais com maiores aumentos percentuais entre 2020 e 2021 foram os caminhões (definido como “veículo de transporte pesado” pelo DataSUS), com uma variação de 13%, e ônibus, com uma variação de 12%. Mesmo assim, eles ainda são os modais com menor quantidade de óbitos registrados.

Houve um aumento reduzido na morte de ocupantes de motocicleta entre 2020 e 2021, apresentando uma variação de quase 1%. Considerando outros modos mais vulneráveis, como o pedestre e o ciclista, houve um aumento de 5% e 2%, respectivamente, na quantidade de óbitos.

Nessa análise, os modais caminhão e ônibus tiveram as maiores variações. Há cinco anos, eles são os modais que menos se envolvem em mortes no trânsito. Fica o alerta para quem está nesses dois tipos de veículos.



Faixa etária das vítimas

Por fim, considerando o sexo das vítimas, em 2021 as vítimas do sexo masculino ainda são a maioria dos mortos no trânsito, representando 83% dos óbitos. A faixa etária com a maior quantidade de mortes no trânsito, em 2021, ainda é a de 20 a 24 anos, repetindo o que estamos vivendo há alguns anos.

Considerando apenas as vítimas fatais do sexo feminino, a faixa etária com um maior aumento de mortes entre 2020 e 2021 foi a acima de 80 anos, com uma variação de 25%. A faixa etária com a maior redução foi a de 20 a 24 anos, atingindo uma variação de quase -7%.

Considerando as vítimas fatais do sexo masculino, a faixa etária com o maior aumento de mortes entre 2020 e 2021 foi a de 70 a 74 anos, com uma variação de 21%. A faixa etária com a maior redução foi a de 10 a 14 anos, com uma variação de -14%.

Com isso, podemos afirmar que, é preciso estar atento aos idosos no trânsito. Eles foram os destaques dessa análise de faixa etária entre os dados de 2021.



Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Comunicação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.