Entrevista

CIDADE DE SÃO PAULO REGISTRA O MAIOR NÚMERO DE SINISTROS DE TRÂNSITO DA SÉRIE HISTÓRICA

CEO do OBSERVATÓRIO afirma que o número de colisões e atropelamentos aumentou não só na capital paulista, mas em todo o estado

Escrito por Portal ONSV

31 OUT 2023 - 16H47

O jornal O Globo, destacou hoje (31), que a cidade de São Paulo teve neste ano, até o fim de agosto, 32.430 sinistros de trânsito catalogados no sistema Infosiga, do governo estadual. Trata-se do maior número já registrado para o período desde ao menos 2019 (antes disso, a base de dados sobre as ocorrências está incompleta). A reportagem ainda falou com o CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que apresentou novos dados à matéria.

Esses números não são finais, já que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) cruza as informações do Infosiga com as de outras bases, como a do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Polícia Civil, para produzir seus relatórios anuais sobre acidentes de trânsito. Ainda assim, o dado acende um alerta preocupante para a cidade que possui a maior frota de veículos em toda a América Latina.

Paulo Guimarães, CEO do OBSERVATÓRIO, afirmou que o número de colisões e atropelamentos aumentou não só na capital paulista, mas em todo o estado. Segundo levantamento do Observatório, também com base nos dados do Infosiga, junho foi o mês com maior número de ocorrências em toda a série histórica, com mais de 18 mil sinistros.

“Vimos um fenômeno no pós-pandemia, com o aumento na circulação das pessoas, de um maior grau de agressividade no trânsito. Temos mais brigas, mais pessoas se agredindo. Há muita gente que não conseguiu se recolocar no mercado, com nível de estresse elevado, e isso se reflete diretamente na forma como as pessoas conduzem os veículos”, afirmou Paulo Guimarães.

O CEO do OBSERVATÓRIO chamou a atenção também para um artigo do Código de Trânsito Brasileiro que diz que nenhuma via pode ser reaberta ao trânsito “enquanto não estiver devidamente sinalizada, vertical e horizontalmente, de forma a garantir as condições adequadas de segurança na circulação”.

“A falta de faixas aumenta consideravelmente o risco de acidentes. Elas são um elemento de segurança na estrutura viária, são balizadoras do tráfego. Sem elas, passa a existir uma confusão em relação à ocupação dos espaços. Os motoristas perdem a noção de onde devem se manter, o que é ainda mais problemático em uma cidade como São Paulo, que tem uma dinâmica muito louca”, disse.

Leia a matéria completa: https://oglobo.globo.com/brasil/sao-paulo/noticia/2023/10/31/transito-de-sp-registra-em-2023-o-maior-numero-de-acidentes-da-serie-historica.ghtml

Foto: Maria Isabel Oliveira

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Entrevista

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.