Matérias

A utilização do celular enquanto pedestre, ciclista e condutor

Escrito por Portal ONSV

01 ABR 2020 - 13H00

A globalização juntamente com o avanço da tecnologia vem mudando drasticamente nosso modo de vida ao longo das últimas décadas. Dentre as mudanças mais significativas está o uso do telefone que, de fixo passou a ser móvel; antes, atrelado a um cabo, hoje é um chip que lhe permite falar com qualquer pessoa. Além disso, o valor de cada chamada era caro; hoje, você pode pagar antecipadamente e controlar os gastos. As mudanças são inúmeras e o resultado é que hoje é impossível viver sem celular.

Com tanta facilidade e função, crianças, jovens, adultos e idosos se distraem em qualquer ambiente com o telefone nas mãos: nele é possível consultar sobre tudo em qualquer parte do mundo e dá também para ouvir música, ler jornal, assistir TV; ler e-mail e acessar as redes sociais. Não raro vemos crianças que mal sabem falar, mexendo no aparelho de alguém e cada vez mais os idosos estão sendo envolvidos pela tecnologia que, também muda para atender aos mais velhos. Pessoas que já passaram dos 80 já se renderam as redes sociais e as mensagens instantâneas.

Diante desse cenário e com tanta distração, nossos deslocamentos diários, seja a pé, de carro, numa moto ou mesmo numa bicicleta, que antes usávamos para a contemplação, passou a ser o tempo que também é “gasto” para usar o celular. Ninguém mais caminha ou transita sem um celular por perto. E isso tem levado a um aumento nos acidentes envolvendo pedestres, ciclistas e condutores em todas as partes do mundo.

Não existe estatística mundial ou mesmo no Brasil sobre a quantidade de acidentes em que alguém estava ao celular, mas numa rápida observação em qualquer esquina de uma média ou grande cidade você perceberá quantas pessoas passam distraídas com o celular. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o risco de acidentes aumenta em 400% quando você usa o celular transitando.

Um dos sentidos mais importantes para quem está transitando em qualquer modal é a audição. Então, esqueça o fone ou pelo menos, use somente num ouvido enquanto pedala ou caminha. É fundamental que o condutor ouça o trânsito para que, uma buzina ou uma freada o alerte sobre o que está havendo próximo dali.

O celular veio para melhorar e facilitar nossa vida, mas é preciso saber usar. Por isso, desligue ou tire o som do aparelho enquanto você transita. Lembre-se: no trânsito, o sentido é a vida!

Atraso_licitacao_transporte_publico_recife_pe
Observadores Certificados

Atraso na licitação do transporte público do Recife/PE gera transtorno aos usuários

A Rádio Jornal Pernambuco informou que os usuários do transporte público da região metropolitana do Recife, em Pernambuco, terão que esperar mais para que a licitação das linhas de ônibus seja concluída. A previsão do governo pernambucano é que esse processo seja finalizado somente em 2026. Na última sexta-feira (12), o mestre em Inovação e Desenvolvimento para o Trânsito e Observador Certificado, Emanoel Silva, falou à Rádio Jornal sobre a importância dessa licitação e o impacto da qualidade do transporte público na vida das pessoas.

Carta_aberta_pela_participacao_democratica_nas_politicas_de_mobilidade_do_distrito_federal
Observadores Certificados

Carta aberta pela participação democrática nas Políticas de Mobilidade no Distrito Federal

Integrantes da Rede Urbanidade participaram, na última terça-feira (09), da cerimônia de lançamento dos trabalhos de revisão do PDTU (Plano Diretor de Transporte Urbano) do Distrito Federal. Durante o evento, distribuíram a carta aberta enviada ao governador Ibaneis Rocha, assinada por dez entidades, com sugestões para a participação democrática nas políticas de mobilidade do DF. A cerimônia foi realizada no Salão Nobre do Palácio do Buriti.

Artigo_a_paz_no_transito_comeca_por_voce
Observadores Certificados

A Paz no Trânsito Começa por Você: Um Compromisso Coletivo pela Vida

Em um mundo cada vez mais conectado, onde as distâncias parecem diminuir através da velocidade, um desafio persiste em ameaçar a integridade e a vida de milhares de pessoas: a (in)segurança no trânsito.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.