Matérias

Lançamento da campanha Pacto pela Segurança Viária

OBSERVATÓRIO se une a outras entidades públicas e privadas em prol da segurança nas rodovias

Escrito por Portal ONSV

06 FEV 2024 - 16H10

Foi realizada hoje (06), a live de lançamento da campanha conjunta “Pacto pela Segurança Viária”, uma iniciativa unificada para promover a segurança viária e reduzir sinistros na malha rodoviária brasileira, 11 entidades públicas e privadas ligadas ao setor de transporte unem forças em uma campanha em prol da segurança no trânsito, entre elas o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Essa iniciativa busca conscientizar motoristas, pedestres e demais usuários das rodovias sobre a importância de práticas e escolhas responsáveis no trânsito. Com foco na prevenção de sinistros de trânsito e na preservação de vidas, a campanha visa ampliar a cultura de segurança nas estradas brasileiras.

O Pacto é assinado por 11 entidades: ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias); Abeetrans (Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Trânsito); ABSeV (Associação Brasileira de Segurança Viária); ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres); DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes); Infra S.A.; Inprotran (Instituto Nacional de Projetos para o Trânsito e Segurança); iRAP; Ministério dos Transportes; OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Além disso, conta com o apoio da ABEPAM (Associação Brasileira das Empresas de Pagamento Automático para Mobilidade), ABRATI (Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros), Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), Brasinfra (Associação Brasileira dos Sindicatos e Associações de Classe de Infraestrutura) e Sinicesp (Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo).

A live de lançamento da campanha foi apresentada pelo diretor executivo da ABCR, Marco Giusti; pelo diretor da ANTT, Luciano Lourenço; pelo presidente-executivo da Abeetrans, Silvio Médici; e pela coordenadora-geral de Educação e Saúde para o Trânsito da Senatran, Damiana Loures.

“A gente tem que destacar aqui o Acordo de Cooperação Técnica que foi firmado entre o Ministério dos Transportes e a ABCR, eu tive a oportunidade de acompanhar pelo Ministério a importância desse ACT que acabou congregando diversas outras entidades que são importantes para esse pacto que a gente está firmando aqui pela segurança viária, um pacto para salvar vidas e isso, realmente não tem valor”, argumentou o diretor da ANTT, Luciano Lourenço.

O Pacto pela Segurança Viária representa um esforço coletivo para ampliar a cultura de segurança no trânsito e reduzir o número de acidentes e óbitos nas rodovias brasileiras, por meio de um Acordo Técnico de Cooperação (ACT), costurado inicialmente entre o Ministério dos Transportes e a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), abrangendo todo o ciclo estratégico, desde planejamento, execução, operação e indústria até a manutenção, com foco primordial em segurança viária.

As maiores causas estão relacionadas a fatores comportamentais, como imprudência e excesso de velocidade. Por isso, o Pacto pela Segurança Viária tem, entre as frentes de trabalho, uma campanha conjunta para salvar vidas. “Esses materiais estarão nas redes sociais, sites, folhetos, painéis eletrônicos e banners nas rodovias, com o intuito de aumentar a conscientização e garantir que cada viagem termine em segurança”, destacou o diretor-executivo da ABCR, Marco Giusti, durante o evento de lançamento.

De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, em 2023 foram registrados aproximadamente 68 mil sinistros de trânsito nas rodovias federais brasileiras – o que significa que são cerca de sete sinistros por hora em estradas no Brasil.

O presidente-executivo da Abeetrans (Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Trânsito), Silvio Médici, falou sobre a importância da união entre entidades públicas e privadas na dedicação às questões que envolvem a segurança no trânsito. “É um Pacto ambicioso, mas plenamente factível, dada especialmente as expertises de cada entidade signatária. É urgente reduzirmos os números de sinistros e mortes nas nossas rodovias”, disse.

Inicialmente, o Pacto pela Segurança viária visa conter um problema grave: o uso de álcool no trânsito, que é responsável por 1,2 mortes por hora no Brasil. Diante desse cenário alarmante, a iniciativa tem por objetivo conscientizar os usuários das rodovias de todo o Brasil sobre os perigos do consumo de álcool antes de dirigir, além de prevenir acidentes e, principalmente, preservar vidas.

A coordenadora-geral de Educação e Saúde para o Trânsito da Senatran, Damiana Loures reforçou a eficácia e relevância desse Pacto pela Segurança Viáira. “A gente apoia a integração dessas ações planejadas e desenvolvidas por exímios gestores, como é o caso da proposta, para que nós tenhamos gestores, atores conscientes dos seus papéis e sensíveis à preservação da vida.”

Sobre a Campanha

A campanha Pacto pela Segurança Viária é uma das dez frentes de trabalho formalizadas por meio de ACT que teve início no segundo semestre de 2023 e busca o avanço da segurança viária no País. Estão estabelecidas diversas frentes de trabalho e uma das mais importantes é a campanha conjunta para salvar vidas. Os materiais informativos serão disseminados em diversas plataformas, desde redes sociais até banners nas rodovias, para sensibilizar os usuários e garantir que cada viagem termine em segurança.

O compromisso assumido pelas entidades signatárias do Pacto pela Segurança Viária é de longo prazo. Com vigência de 60 meses, ou 5 anos, essa iniciativa foca na conscientização e implementação de medidas concretas para tornar as estradas brasileiras cada vez mais seguras.

Ao longo de 2024, a campanha abordará uma variedade de temas relevantes para todos os públicos, como proteção do pedestre, saúde do caminhoneiro, uso do celular ao dirigir, mulher no trânsito, manutenção do veículo, maio amarelo, sono e direção, lei seca, férias entre outros, a depender de cada época.

Assista à live completa: 

As peças da campanha estão disponíveis neste link para utilização pelos atores envolvidos com a temática.

Violencia_no_transito_e_tema_de_debate_radio_jornal_pernambuco
Observadores Certificados

Violência no trânsito é tema de Debate na Rádio Jornal Pernambuco

O programa Debate da Super Manhã, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, abordou o tema “Violência no Trânsito” para saber o que pode ser feito para garantir a segurança e a integridade no trânsito, além das punições previstas para quem comete crimes no trânsito. O especialista em trânsito e representante do Movimento Maio Amarelo em Pernambuco, Emanoel Silva, esteve entre os convidados do programa.

Transporte_publico_de_porto_alegre_rs_busca_alternativas_para_recuperar_passageiros
Observadores Certificados

Transporte público de Porto Alegre/RS busca alternativas para recuperar 16 milhões de passageiros perdidos desde a pandemia

Representantes do transporte público em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, encontram dificuldade em recuperar a demanda anterior à pandemia de Covid-19 devido a diversos fatores. O professor da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), engenheiro civil e Observador Certificado, Carlos Félix, falou no último sábado (17), ao jornal digital GZH sobre o benefício de implantação da integração tarifária como alternativa para atrair o público.

Caminhoneiros_questionam_aplicacao_de_multas_marginal_tiete_em_dias_de_obras
Observadores Certificados

Caminhoneiros questionam aplicação de multas devido às restrições de horário de circulação na Marginal Tietê em dias de obras

O programa Trucão Pé na Estrada, transmitido pelo SBT no último domingo (11), destacou os desafios enfrentados pelos caminhoneiros que precisam trafegar pela Marginal Tietê - na cidade de São Paulo - para evitar autuações devido às restrições de horários de circulação até mesmo em dias de obras na pista. A reportagem conversou com a consultora em gestão de frotas e projetos de mobilidade urbana e Observadora Certificada, Mércia Gomes, que alertou para os cuidados e explicou sobre como recorrer de uma autuação de trânsito.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.