Matérias

Observatório disponibiliza vídeo do Programa Encontro, com Fátima Bernardes

Escrito por Portal ONSV

17 JUN 2015 - 13H58

Vale a pena conferir a participação do diretor da entidade

O diretor-técnico do ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), Paulo Guimarães, destacou durante participação no Programa “Encontro”, com Fátima Bernardes, na Rede Globo, nesta quarta, dia 17, que as tecnologias são extremamente nocivas para o trânsito porque roubam a atenção, sobretudo dos jovens, que passam a ficar muito mais vulneráveis nas vias.

Ele destacou que ao atender o celular, por exemplo, toda concentração necessária para dirigir é destinada à tecnologia e os riscos passam a ser enormes. “37% da nossa concentração vai para o celular quando vamos atendê-lo”, explica.

Guimarães foi convidado a repercutir com a apresentadora os dados da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) que alertam para o crescimento do número de vítimas do trânsito, sobretudo jovens. Entre os jovens, a violência no trânsito já é a segunda causa de morte, ficando atrás apenas de homicídios, de acordo com a OPAS. No Brasil, a faixa etária de 18 a 24 anos representou 17% do total das vítimas fatais em 2013, que chegou a 42.291 pessoas.

Durante o programa, Guimarães destacou ainda que outro agravante para esse cenário está na formação dos motoristas. Ele defendeu que não temos bons exemplos e referências na infância, seja na escola ou na família, em relação ao trânsito. “Pais aconselham, por exemplo, o uso do cinto de segurança aos filhos, associando apenas às multas e não à preservação da vida. Nos Centros de Formação de Condutores (CFCs), o ensino também é equivocado e insuficiente e quando os motoristas passam por uma reciclagem, ela também não é a mais adequada”, afirma.

Vale a pena assistir à íntegra da participação, acesse o link: http://gshow.globo.com/programas/encontro-com-fatima-bernardes/videos/t/programa/v/celular-e-uma-das-principais-distracoes-de-jovens-ao-volante/4258713/.

Maio Amarelo

Nos bastidores do “Encontro”, Guimarães entregou uma camisa do Movimento Maio Amarelo à apresentadora. O Maio Amarelo é uma mobilização internacional em prol da segurança no trânsito que busca salvar vidas com conscientização e prevenção.

O ator Gil Coelho, que participou do programa e  atua na novela das 19h, I love Paraisópolis, com a personagem Lindomar, também deixou um depoimento para o movimento. Confira: https://www.facebook.com/maioamarelo/videos/vb.532139106894296/810835882357949/?type=2&theater

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.