Matérias

PELA HUMANIZAÇÃO DO TRÂNSITO

Precisamos atingir um nível de conscientização que torne impossível nos conformarmos com a violência no trânsito

Escrito por Portal ONSV

22 SET 2023 - 10H45

Na edição da última quarta-feira (20), do Caderno Mobilidade Estadão o CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, apresentou dados relativos à segurança viária nacional e fez uma reflexão sobre a relevância da Semana Nacional de Trânsito, que está em sua 26ª edição, e que busca incentivar ações para um trânsito cada vez mais seguro no Brasil.

Estamos no período mais importante do ano para quem busca um trânsito mais humano no País. Criada em 1998, juntamente com o Código de Trânsito Brasileiro, a Semana Nacional de Trânsito é o momento em que todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito se dedicam integralmente ao trabalho de conscientização.

Tudo isso para tornar ruas e estradas mais seguras para quem está a pé, de bicicleta, de motocicleta, de carro, no transporte público ou em um caminhão. Esse é o objetivo principal da semana, que está em sua 26ª edição.

E o que conquistamos até aqui? A resposta triste é: pouco, bem pouco. Nos últimos 15 anos, figuramos entre os países mais violentos no trânsito do mundo. Nesse tempo, perdemos 572.732 vidas, que, certamente, fazem falta, todos os dias, a muitas pessoas. O trânsito carece de humanização: porque não são números, índices e estatísticas, são pessoas.

O último levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2019, aponta que ocupamos o trágico quinto lugar, atrás apenas de China, Índia, Estados Unidos e Nigéria.

Leia a matéria completa em: https://mobilidade.estadao.com.br/mobilidade-para-que/pela-humanizacao-do-transito/

Univasf_recebe_comite_regional_prevencao_acidentes_moto
Observadores Certificados

Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco/PE recebe Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco (HU-Univasf), em Pernambuco, recebeu, no final de maio, a visita de um grupo de membros do Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto (CRPAM) e representantes do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e do Observatório de Segurança Pública do Município de Petrolina. O objetivo foi mostrar in loco, a partir dos fluxos de atendimentos e internações no Hospital, as repercussões dos sinistros de transporte terrestre para a saúde pública. O HU-Univasf é um dos 45 hospitais gerenciados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

SP2_330_pessoas_morreram_atropeladas_na_capital_de_sao_paulo_em_2023
Matérias

330 pessoas morreram atropeladas na capital de São Paulo em 2023

O SP2, telejornal da TV Globo, da última quinta-feira (13), alertou sobre o crescente risco no trânsito para os pedestres na capital e Grande São Paulo. Somente em 2023, 330 pessoas morreram atropeladas na capital paulista. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, reforçou a necessidade de investimento em campanhas de educação para o trânsito durante a reportagem.

Observador_certificado_ministra_palestra_camara_de_vereadores_de_sao_borja_rs
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra sobre segurança viária na Câmara de Vereadores de São Borja/RS

A palestra “Trânsito (in)seguro: Responsabilidades Compartilhadas”, foi ministrada no plenário da Câmara de Vereadores do município de São Borja, no Rio Grande do Sul, pelo Observador Certificado e representante do Maio Amarelo 2024, Eduardo Cadore, no final do mês de maio.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.