Matérias

PREFEITURA DE CASCAVEL/PR INVESTE NA CAPACITAÇÃO DE SERVIDORES COM O CURSO TRANSFORMANDO CIDADES

Escrito por Portal ONSV

08 DEZ 2022 - 15H21

“O Observatório demonstra sensibilidade e compromisso com o País, ao se dedicar para oportunizar esse processo junto às bases, que são os órgãos municipais”

A Prefeitura de Cascavel, no estado do Paraná, através da Autarquia Municipal de Mobilidade, Trânsito e Cidadania – Transitar, é o mais recente município a participar do curso Transformando Cidades: implementando o Pnatrans (Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito), desenvolvido pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária para a Gestão Pública do Trânsito e do Transporte, a Segurança Viária e a Mobilidade Urbana.

O processo formativo desenvolvido pelo OBSERVATÓRIO visa promover e garantir a segurança viária e a redução do número de sinistros de trânsito que resultam em perdas de vidas e desastres ambientais. Formando servidores municipais, colaboradores de empresas, transportadoras de pessoas e cargas, de concessionárias de rodovias e demais interessados. Por meio de atividades metodologicamente sistematizadas e orientadas, para que possam atuar na gestão pública do trânsito e do transporte, da segurança viária e da mobilidade urbana de forma proativa e inovadora.

Segundo informou Simoni Soares, presidente da Transitar e autoridade de trânsito do Município de Cascavel, os servidores que irão realizar a capacitação são técnicos, líderes de equipes e coordenadores de setores estratégicos, que deverão multiplicar esses conhecimentos não só juntos aos demais servidores, mas junto à população, por meio da Escola Pública Municipal de Trânsito.

“O objetivo do investimento é desenvolver agentes de transformação, para a implementação da cultura de segurança viária e mobilidade urbana no município de Cascavel. O Observatório Nacional de Segurança Viária demonstra sensibilidade e compromisso com o País, ao se dedicar para oportunizar esse processo junto às bases, que são os órgãos municipais”, frisou.

Luciane de Moura, Observadora Certificada e coordenadora da Educação do Trânsito de Cascavel/PR, destacou que o que mais chamou a atenção do município, que conta com 15 profissionais inscritos no curso Transformando Cidades, foi a necessidade de capacitação dos profissionais que estão diretamente ligados ao trânsito, agregando o conhecimento relacionado ao Pnatrans.

“Também fazemos parte do grupo estadual do Pnatrans/PR e precisamos de capacitação, entendimento para contribuir com planejamento e ações. Outra questão é a matriz curricular relacionada à gestão pública do trânsito, do transporte, da segurança viária e da mobilidade urbana (Cascavel recebeu o título de 2ª melhor cidade do Brasil e isso se deve à mobilidade). Enfim, precisamos ampliar conhecimentos e temos ótima referências no que diz respeito ao Observatório”, frisou Luciane de Moura.

Simoni Soares, presidente da Transitar, explicou que a implementação do Pnatrans passou a ser um tema prioritário para o órgão Executivo Municipal de Trânsito em Cascavel, uma vez que, a aplicação do Programa Vidas no Trânsito, baseado no conceito do Visão Zero, integrado aos pilares do Pnatrans, já apresentou resultados relevantes para a segurança viária do município nos últimos 18 meses, período em que a Transitar passou a trabalhar no plano de forma mais incisiva. Para que seja possível a implementação destes conceitos e o planejamento seja corretamente executado, é necessário que a mudança comece dentro das instituições, com uma mudança da visão daqueles que geram e executam as ações.

“Só assim, os usuários das vias públicas terão uma compreensão sistemática e de mudança cultural e foi com base nesta premissa que o município incluiu os responsáveis pelas atividades do tripé de segurança viária (engenharia, educação e fiscalização de trânsito) e a direção do departamento de mobilidade, para realizar a capacitação e terem a autonomia de aplicação prática dos conhecimentos adquiridos”, argumentou.

A coordenadora da Educação do Trânsito de Cascavel/PR, Luciane de Moura, ressaltou ainda que a relevância desse curso para a gestão pública de trânsito, a segurança viária e a mobilidade urbana do município é o conhecimento e a troca de experiências.

“Acreditamos que com essa bagagem consigamos melhorar a gestão pública de trânsito em vários aspectos, com foco na segurança e mobilidade, visando diminuir os sinistros e óbitos no trânsito. Alinhar a nova década de ações de segurança no trânsito. Preservar vidas!”, encerrou.

Conheça o curso Transformando Cidades e aplique essa metodologia no seu município: https://bit.ly/3VDucBU

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.