Matérias

Se o programa nas férias é pedalar, fique atento à segurança!

Escrito por Portal ONSV

11 JAN 2016 - 12H11

Férias, tempo de lazer e, pra muita gente, tempo de colocar a bike na rua. Afinal, muitas crianças ganham sua primeira “magrela” como presente de Natal e aproveitam as férias para usá-la, sendo este um dos programas preferidos na temporada; mas os pais devem estar cientes que precisam garantir recomendações e fornecer os equipamentos de segurança essenciais no momento que presenteiam seus filhos.

Em grandes centros, os cuidados devem ser redobrados; mas mesmo nos municípios menores, a segurança deve ser levada a sério. A atenção com as crianças e adolescentes sempre deve ser maior.

Ao pedalar, um dos primeiros passos é usar os equipamentos de segurança; e, neste caso, o capacete merece destaque. Apesar de não ser obrigatório, é um equipamento que salva vidas, evita e minimiza os traumas e ferimentos; mas não adianta colocá-lo de qualquer jeito, é preciso fixá-lo corretamente no queixo, de forma que ele não fique solto na cabeça e possa assim ser lançado em um acidente. O capacete também deve ser adequado ao tamanho da cabeça e, para escolher com segurança esse equipamento, uma boa dica é verificar junto ao Inmetro os fabricantes que oferecem os capacetes dentro das normas de segurança.

Outra medida importante está na forma de se vestir. O ciclista deve escolher roupas que possam facilitar que ele fique visível aos demais usuários da via. O ideal são roupas claras.

Saber sinalizar suas manobras antes de ir para as ruas é essencial também. Todo ciclista deve conhecer e usar as formas de sinalizar as conversões, levantando o braço. Levantar a mão espalmada indica, por exemplo, que o ciclista vai parar. Já levantar à mão à direita ou à esquerda, revela a direção que o ciclista vai seguir. Gestos como esses facilitam a comunicação no trânsito e podem evitar acidentes.

É importante destacar ainda que o uso da buzina na bicicleta contribui na comunicação e é obrigatório. Ela deve sempre ser instalada.

Todo ciclista deve lembrar ainda que a bicicleta é um veículo, sujeito às regras de trânsito; portanto o lugar da bicicleta não é a calçada. Também é uma exigência trafegar somente no sentido do fluxo da via.

No mais, o ciclista deve circular com muita atenção e respeitar, bem como se comunicar com gentileza com pedestres e motoristas.

Para saber mais, assista ao nosso vídeo sobre ciclistas e motoristas. Nele, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, além de dicas aos ciclistas, dá orientações para que a relação entre eles e os condutores seja a mais harmoniosa, garantindo informações para os motoristas, que devem sempre respeitar e zelar pela segurança dos ciclistas.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Observador_certificado_nomeado_secretario_municipal_mobilidade_urbana_paco_lumiar_ma
Observadores Certificados

Observador Certificado é nomeado secretário Municipal de Mobilidade Urbana do município de Paço do Lumiar/MA

A edição de 03 de junho, do Diário Oficial de Paço Lumiar, no Maranhão, publicou o decreto a nomeação do Observador Certificado Fábio Fernandes Alves para o cargo de secretário municipal de Mobilidade Urbana do município. Essa nomeação auxiliará na implementação e desenvolvimento de ações de segurança viária e mobilidade em Paço Lumiar, Região Metropolitana de São Luís.

Observador_Certificado_ministra_palestra_em_workshop_do_ministerio_publico_minas_gerais
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra em workshop realizado pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), uma Entidade Laço Amarelo, por meio de sua Diretoria de Gestão de Frota (DGET), realizou no final do mês de maio o Seminário “Transportando Vidas no Maio Amarelo”. O evento que ocorreu no Salão Vermelho do MPMG, em Belo Horizonte, contou com a participação do Observador Certificado e representante do Movimento Maio Amarelo em Minas Gerais, Alexander Magalhães.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.