Observadores Certificados

A IMPORTÂNCIA DA LEGISLAÇÃO SOBRE CUIDADOS COM O SONO NA DIREÇÃO PARA MOTORISTAS PROFISSIONAIS

Escrito por Portal ONSV

20 DEZ 2023 - 10H08

O sono desempenha um papel crucial na segurança viária, especialmente para motoristas profissionais responsáveis por longas jornadas nas estradas. A fadiga e a privação de sono estão diretamente ligadas a acidentes de trânsito, tornando imperativo que a legislação aborde essa questão de maneira abrangente. Neste contexto, examinaremos a importância dos cuidados com o sono na direção, destacando as regulamentações específicas destinadas a motoristas profissionais.

A Relação entre Sono e Segurança Viária

Estudos demonstram consistentemente que a fadiga pode ter impactos graves na capacidade do motorista de reagir rapidamente a situações de emergência, reduzindo o tempo de resposta e aumentando o risco de acidentes. Dados revelam que a privação de sono pode ser tão prejudicial quanto dirigir sob a influência de álcool.

Legislação Internacional

Diversos países como EUA (regulamentos da Administração Federal de Segurança de Rodovias – FMCSA), União Europeia (Regulamento CE n.º 561/2006) e Austrália têm reconhecido a importância de regulamentações específicas para motoristas profissionais em relação ao sono. A legislação internacional, como a Convenção Europeia sobre Condução, estabelece diretrizes rigorosas para garantir que os motoristas desfrutem de períodos adequados de repouso antes de assumirem a direção por longos períodos.

Horas de Trabalho e Descanso

Muitos países têm limites estritos para as horas de condução contínua e exigem períodos específicos de descanso entre os turnos. Por exemplo, de acordo com a legislação da União Europeia, um motorista profissional não pode dirigir por mais de 4,5 horas sem um intervalo mínimo de 45 minutos.

Exames Médicos e Avaliação do Sono

Além das regulamentações de tempo de direção, algumas legislações exigem exames médicos regulares para avaliar a aptidão do motorista e sua qualidade de sono. Isso ajuda a identificar possíveis condições médicas relacionadas ao sono que podem comprometer a segurança nas estradas. No Brasil, a exigência é no que tange a data de renovação, porém, com a alteração na Lei 14071/2020, passamos a ter a renovação a cada 10 para condutores até 50 anos. Veja que o profissional com categoria C,D e E se expõe por tempo prolongado sentado, sem exercitar-se, podendo ocorrer assim diversos problemas de saúde que refletem quando na condução do veículo.

Tecnologia e Monitoramento

Avanços tecnológicos têm permitido o desenvolvimento de sistemas de monitoramento de fadiga, como sensores de detecção de sonolência. Alguns países estão implementando legislações que incentivam ou exigem a adoção dessas tecnologias em veículos comerciais para aumentar a segurança. Uma sugestão seria legislação com período menor para consulta médica, como a cada 6 meses. Dito isso, como Observadora Certificada e conhecendo que a questão da segurança viária é uma preocupação global, e que agências especializadas, como o Observatório Nacional de Segurança Viária, desempenham um papel crucial na promoção de práticas e regulamentações que visam aprimorar a qualidade dos motoristas. Este artigo destaca a importância da implementação de tecnologias e avaliações médicas periódicas para motoristas profissionais, com base nas recomendações do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Conclusão

O respaldo do Observatório Nacional de Segurança Viária à implementação de tecnologias avançadas e avaliações médicas periódicas para motoristas profissionais reflete o compromisso com a segurança viária e a qualidade dos condutores. Uma das propostas seria de avaliações médicas mais frequentes, como a cada 6 meses; uma abordagem proativa para garantir que os motoristas estejam em condições ideais de saúde, contribuindo assim para estradas mais seguras e sociedades mais protegidas.

A legislação sobre cuidados com o sono na direção para motoristas profissionais desempenha um papel vital na promoção da segurança viária. Ao estabelecer limites para horas de trabalho, períodos de descanso e avaliações médicas, os regulamentos buscam reduzir os riscos associados à fadiga e privação de sono. A implementação efetiva dessas leis não apenas protege a integridade dos motoristas profissionais, mas também contribui para a segurança de todos os usuários das vias públicas. Portanto, é essencial que os países continuem aprimorando e fazendo cumprir essas regulamentações para garantir estradas mais seguras em todo o mundo.




Observador_certificado_alerta_para_aumento_de_mortes_em_todo_estado_de_sao_paulo (2)
Observadores Certificados

Observador Certificado alerta para aumento de mortes no trânsito em todo o estado de São Paulo

O Observador Certificado André Ferreira falou ontem (25), ao Assis City, portal de notícias do interior de São Paulo, sobre o aumento de mortes no trânsito em todo o estado de São Paulo, sinistros que registram ainda motociclistas como maioria das vítimas.

Artigo_OC_Alvaro_Santos_Proseg_Parana
Artigos

PROSEG PARANÁ - Programa de Segurança Viária das Rodovias Estaduais do Estado do Paraná

O relatório global da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre segurança no trânsito 2023 detalha a escala das mortes no trânsito global e o progresso no avanço de leis, estratégias e ações para reduzi-las em todo o mundo. O relatório mostra que o número de mortes no trânsito caiu ligeiramente para 1,19 milhão por ano, e que os esforços para melhorar a segurança nas estradas estão tendo impacto. No entanto, o preço pago pela mobilidade continua muito alto, e uma ação urgente é necessária se a meta de reduzir pela metade as mortes e ferimentos no trânsito até 2030 for alcançada.

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Observadores Certificados

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.