Observadores Certificados

ADOLESCENTE DE 14 ANOS MORRE AO “SURFAR” EM TETO DE ÔNIBUS NO GRANDE RECIFE/PE

Observador Certificado comenta o caso em entrevista para a Rádio Jornal Pernambuco

Escrito por Portal ONSV

09 JAN 2024 - 17H02

O programa Balanço de Notícias, da Rádio Jornal Pernambuco, alertou sobre a morte de um adolescente de 14 anos, que faleceu ao cair de um transporte coletivo em que estava surfando, em São Lourenço da Mata, região Metropolitana do Recife, em Pernambuco. Para falar sobre o tema, o programa entrevistou na última terça-feira (02), o mestre em inovação e desenvolvimento para o trânsito, especialista em fiscalização e segurança e Observador Certificado, Emanoel Silva.

A prática de surfar em ônibus, ou seja, ficar em pé no teto do transporte coletivo enquanto o mesmo está em movimento, é motivo de preocupação há muito tempo em Pernambuco. Questionado sobre, de quem seria a responsabilidade para fiscalizar e realizar a abordagem que resolva a situação, se é do órgão de trânsito municipal, no caso São Lourenço da Mata ou no caso do Recife, da CTTU (Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), Emanoel Silva explicou que esse é um trabalho que deve ser realizado em conjunto entre as instituições.

“É um trabalho que tem que ser feito em conjunto, são diversas instituições envolvidas na área de segurança, transporte, mobilidade. Entre o Ministério Público, inclusive, em maio do ano passado, ele cobrou explicações do estado em relação a essa prática, e no caso específico de São Lourenço da Mata, foi criado um grupo de trabalho no final do ano passado, praticamente um ano, um ano de que esse grupo de trabalho foi instituído para tratar dessas questões. Dentre as atividades propostas por esse grupo de trabalho, uma delas, pelo menos, que eu vi na prática foi a criação da primeira guarda municipal do município. Tínhamos lá nesse município guardas municipais terceirizadas e agora vão tomar posse no mês de janeiro, 50 guardas municipais. Tinha a previsão de metade, de 25, mas aí o município reforçou. Vai ter ação de 50 guardas municipais que inclusive, estão já com o curso de agente da autoridade de trânsito para que eles possam também reforçar esse trabalho”.

O Observador Certificado também falou sobre a responsabilidade de outras instituições envolvidas. “Tem os consórcios de transporte, a SDS tem atuado bastante para coibir essa prática. A gente não pode isentar de responsabilidade os pais. Os pais, o estatuto da comunidade. É a base, é a educação, tem que zelar também pela segurança dos menores. Então tem que ser feito um trabalho em conjunto para a gente coibir isso, desde Secretaria de Educação Social, a parte de mobilidade e também o próprio município atuando por meio do Código do Trânsito Brasileiro também para coibir isso”, reforçou.

Ouça a entrevista completa!

Imagem: Divulgação

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Observadores Certificados

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.