OBSERVATÓRIO | 2019: ANO NOVO, GOVERNOS NOVOS. E A CULTURA DE MOBILIDADE HUMANA E SEGURA, MUDA?
19868
post-template-default,single,single-post,postid-19868,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

2019: ANO NOVO, GOVERNOS NOVOS. E A CULTURA DE MOBILIDADE HUMANA E SEGURA, MUDA?

2019: ANO NOVO, GOVERNOS NOVOS. E A CULTURA DE MOBILIDADE HUMANA E SEGURA, MUDA?

Veremos os homens e mulheres por nós escolhidos nas urnas cumprirem com suas promessas?

A partir do dia 1º de janeiro de 2019, o Brasil será diferente! Nosso país será melhor, pois iniciaremos um novo ciclo de vida aqui, em que a igualdade social irá prevalecer. Milhares de mortes no trânsito, violência, desemprego, falta de saneamento básico, educação de baixa qualidade, atendimento precário na saúde, impostos exorbitantes e outras tantas mazelas sociais farão parte do passado. Sabe por quê?

Porque veremos os homens e mulheres por nós escolhidos nas urnas cumprirem com suas promessas. E mais! Aquele ou aquela que tiver mais votos, seja para o cargo de presidente da República, seja para o cargo de governador de Estado, vai realmente colocar em prática as suas ideias apresentadas durante a campanha. E também vai tornar real as boas propostas apresentadas pelo seu adversário político, livrando de vez nosso país dos interesses partidários que, até então, empurraram nossa sociedade para um abismo de interesses pessoais.

Sim! Começaremos uma nova etapa do zero. Corrupção e politicagem deixarão de existir. E o que vai, de verdade, importar para estes recém-eleitos, será resgatar o bem-estar e a dignidade de cada cidadão e cidadã brasileiros.

Para os pequeninos, haverá a educação de qualidade e formadora de pessoas atuantes em seu meio. Serão crianças conscientes da importância da segurança no trânsito. Jovens também receberão estes conceitos e a gentileza será uma prática comum no trânsito, pois foi num país preocupado com o próximo que eles cresceram.

O exemplo vindo dos mais novos chegará aos mais velhos, que poderão contar com uma formação de condutores para deixá-los mais bem preparados para a mobilidade urbana do futuro. Não haverá mais infrações de trânsito. E as vítimas de acidentes de trânsito de qualquer natureza deixarão de engrossar estatísticas e onerar os sistemas de Saúde Pública e Previdenciário. Sim! Sobrará recursos para outras áreas.

O Brasil se tornará referência mundial em crescimento econômico, gestão social e geração de emprego e renda. Tudo isso pautado nas propostas de governo desses eleitos. E trabalhando de verdade pelas pessoas, sairemos da posição de terceiro mundo para nos tornarmos um país justo e honesto para todos.

QUE ASSIM SEJA, AMÉM!

José Aurelio Ramalho
Diretor-presidente
Observatório Nacional de Segurança Viária

Sem comentários

Escreva um comentário