Loader
Maio Amarelo contribui para a redução de acidentes de trânsito em todo o país
22084
post-template-default,single,single-post,postid-22084,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Maio Amarelo contribui para a redução de acidentes de trânsito em todo o país

Maio Amarelo contribui para a redução de acidentes de trânsito em todo o país

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária faz, costumeiramente, o acompanhamento das publicações produzidas pela imprensa relacionadas ao Movimento Maio Amarelo. Informações divulgadas pela imprensa nacional comprovam a eficiência do Movimento para a queda no número de acidentes e de mortes no trânsito no mês de maio, o que atesta que as ações do Maio Amarelo realizadas repercutem positivamente junto à sociedade.

Em Campo Grande (MS) o número de acidentes com vítimas caiu de 430, em maio de 2018, para 326, em maio deste ano. E, o número de mortes no trânsito caiu de 9 para 4, comparando ao mesmo período, queda de pouco mais de 50%. conforme notícia divulgada pelos meios de comunicação local.

Na cidade de Umuarama (PR), foram registrados 36 acidentes em maio de 2018, no mesmo período de 2019, foram registrados 28 acidentes. Uma queda de 22% no número de acidentes de trânsito, relatados pelo 25º Batalhão da Polícia Militar.

O Estado do Amazonas registrou o menor número de mortes no trânsito, no mês de maio dos últimos 11 anos. Foram 14 mortes registradas em maio deste ano, no ano passado, no mesmo período, foram registradas 24 mortes. Redução de 42%, graças às operações de fiscalização e segurança no trânsito efetuados pelo Detran-AM.

Os dados divulgados pelo sistema Infosiga, do Governo do Estado de São Paulo, mostram que Mogi das Cruzes (SP) mantém a tendência de queda no número de mortes no trânsito da cidade nos últimos meses. Em maio, não houve registro de óbitos em acidentes deste tipo em vias municipais.

Todos esses dados reforçam a importância das campanhas do Movimento Maio Amarelo e o que defende o OBSERVATÓRIO em todos esses seis anos de movimento. “Os cuidados para a manutenção do trânsito funcionam quando há a união e interesse entre o poder público e a sociedade civil para a discussão de iniciativas que possibilitem o aperfeiçoamento da mobilidade urbana e o trânsito mais seguro”, reforça José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO

2 Comments
  • Francisco Vieira Garonce
    Posted at 08:10h, 20 junho Responder

    Isto sim é promover segurança viária e salvar vidas através de um trânsito seguro!!!!

  • Abimadabe Vieira
    Posted at 09:11h, 20 junho Responder

    O Movimento Nacional MAIO AMARELO, comprovadamente, é uma ferramenta de mobilização pedagógica que contribui para redução dos feridos e mortos no trânsito brasileiro. Aqui no Estado da Paraíba, através das nossas ações contabilizamos o alcance de mais de 150 mil pessoas, por meio de 30 ações realizadas, essa contabilidade foi alcançada sem apoio de qualquer entidade governamental, fazendo-nos pensar que, se o governo federal abraçasse o Movimento como uma política pública nacional para a combater a morbimortalidade, certamente chegaríamos à redução almejada.

Post A Comment