OBSERVATÓRIO | Mobilização pelo Maio Amarelo já supera a expectativa
16903
post-template-default,single,single-post,postid-16903,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Mobilização pelo Maio Amarelo já supera a expectativa

Mobilização pelo Maio Amarelo já supera a expectativa

Movimento ganhou, em 10 dias, mais de 300 empresas apoiadoras e tem forte repercussão na Imprensa; ações somam mais de 600 e envolveram, inclusive, governadores de estado

Com o tema “Minha Escolha Faz a Diferença”, a mobilização do Movimento Maio Amarelo em todo o Brasil e no mundo, tem superado as expectativas desde o início das ações, no começo do mês. Mais cidades de todos os estados brasileiros passaram a desenvolver ações em prol da redução das mortes em acidentes de trânsito e entidades de três países do continente africano (Namíbia, Botswana e Uganda) se aliaram à mobilização, somando 26 países, além do Brasil, a se envolverem no Movimento.

Assim como o número de cidades e de países em ação pela segurança viária, cresceu também o montante de prédios públicos e de monumentos iluminados em amarelo para demonstrar a adesão à causa. Palácio do Planalto, Cristo Redentor, Congresso Nacional, Esplanada dos Ministérios, Catedral de Brasília, são alguns deles. Mas igrejas e prefeituras de diversas cidades de capitais e do interior do país também iluminadas na cor mostram a importância da mobilização.

Além delas, prédios onde funcionam órgãos públicos, como o que abriga a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo), entre outros, ganharam como adereço o Laço Amarelo que simboliza o Movimento. Em muitos estados da federação, como Maranhão, Espírito Santo e Paraná, e em Goiás, a cerimônia de lançamento do Maio Amarelo contou com a presença do governador do estado.

Ônibus do transporte urbano de São Paulo e Brasília, entre outros, também trafegam carregando o Laço Amarelo nos para-brisas. Fachadas de empresas que apoiam o Maio Amarelo, de igual modo, também ganharam iluminação amarela. Neste ano a mobilização ganhou mais 300 novas empresas apoiadoras apenas nestes 10 primeiros dias.

Embora seja um movimento da sociedade, que se responsabiliza pela realização das atividades, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, já contabiliza nesses primeiros 10 dias de mobilização, mais de 600 ações realizadas em 357 cidades brasileiras.

A contabilização dos números deriva do fato de os organizadores terem encaminhado para o email reservado pelo OBSERVATÓRIO (Euapoio@maioamarelo.com) informações e fotos sobre as atividades já realizadas.

As atividades variam desde a divulgação de vídeos sobre a importância da escolha correta no trânsito – entre eles os produzidos pelo Detran-PR (Departamento de Trânsito do Paraná), e do Maranhão – a caminhadas, passeios ciclísticos, cãominhadas, blitze educativas, palestras, conversas com estudantes, entrega de folhetos de orientação entre outras.

O Detran do Paraná, para falar do assunto diretamente às crianças, aos jovens e ao público das  redes sociais, retomou também a campanha ‘PerigosaMente’, que usa desenho animado e jogos, para falar da segurança no trânsito. O forte envolvimento dos Detrans de todo o país tem sido também marca do Movimento.

Do mesmo modo, a Imprensa tem sido aliada na divulgação do Movimento.  Emissoras de tevê, de rádio, jornais e revistas de grandes médias e de pequenas cidades já veicularam matérias sobre o Maio Amarelo, sua importância e a programação local de atividades, demonstrando que a conscientização para a importância da redução de mortes no trânsito é uma causa abrangente e que o Movimento sintetiza a busca pela preservação de vidas.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 26 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

Sem comentários

Escreva um comentário