OBSERVATÓRIO | Mortes de pedestres no trânsito de Piracicaba diminuem 91,7% em 2018
20273
post-template-default,single,single-post,postid-20273,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Mortes de pedestres no trânsito de Piracicaba diminuem 91,7% em 2018

Mortes de pedestres no trânsito de Piracicaba diminuem 91,7% em 2018

O número de óbitos de pedestres no trânsito nas vias sob jurisdição da Prefeitura de Piracicaba teve queda de 91,7%, segundo levantamento do Infosiga, sistema que reúne informações de acidentes e mortes no trânsito do Estado de São Paulo. Os dados são de janeiro a dezembro de 2018, quando foi registrada uma morte, comparados com o mesmo período de 2017, com 12 mortes por atropelamento. O secretário de Trânsito e Transportes (Semuttran), Jorge Akira, atribui a diminuição de mortes às medidas de prevenção, fiscalização e orientação no trânsito implementadas em Piracicaba pela Administração.

Os dados mostram ainda que houve redução no total (incluindo Rodovias) de óbitos de 61 (2017) para 49 (2018), com percentual 19,50% menor; óbitos em automóveis nas vias municipais, de 6 para 3 (50%), e redução de 39 mortes em 2017 para 22 em vias municipais, administradas pela Semuttran (43,59%). Porém, houve aumento no número de mortes de motociclistas: em 2017 foram 15 mortes contra 16 em 2018, aumento de 6,67% nas vias municipais.

De acordo com Akira, as constantes ações e obras para a melhoria da qualidade do trânsito na cidade, que possui frota de 313,5 mil veículos, com cerca de 15% de outros municípios, de pessoas que vem para o trabalho em Piracicaba ou simplesmente estão de passagem por Piracicaba. Ele cita como exemplos a implantação de corredores preferenciais de ônibus, via financiamento conseguido junto ao Ministério das Cidades (Mobilidade Médias Cidades), e o convênio com o Detran para melhorias viárias, com recursos de multas.

Akira também lembra que a Prefeitura promove campanhas de conscientização no trânsito, em parceria com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Movimento Maio Amarelo, e a campanha A Culpa é Sua, premiada como a melhor do Brasil, com a participação da Acipi, Aguassanta DI, Cerest, Comob, Conespi, Corpo de Bombeiros, Corporação Águia, Sest-Senat, Simesp, SincorSP e Viá Ágil. “Outras ações deverão ser implementadas até o final desse governo, como melhoria na sinalização, geometria das vias, campanhas e fiscalização”, ressalta o secretário.

Outros importantes parceiros da Prefeitura para reduzir mortes e acidentes de trânsito são a Polícia Militar e a Guarda Civil, no tocante à fiscalização. “Com a fiscalização tem havido a diminuição de veículos sem condições de circulação, de pessoas dirigindo sem habilitação e alcoolizadas e de menores dirigindo motocicletas”, disse.

1Comentário
  • BENEDITO LUIS DE FRANÇA
    Postado às 11:33h, 01 fevereiro Responder

    Mortes de pedestres no trânsito de Piracicaba diminuem 91,7% em 2018

    Primeiramente, PARABÉNS!!!

    Quando temos GESTÃO NO TRÂNSITO (O que deve ser o caso de Piracicaba/SP em função dos dados apresentados), temos REDUÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO e consequentemente, o principal, temos REDUÇÃO NA QUANTIDADE DE VÍTIMAS FATAIS, ou seja, VIDAS HUMANAS SÃO SALVAS!!! Temos sempre que ter profissionais tecnicamente QUALIFICADOS e EXPERIENTES à frente dos Órgãos de Trânsito não somente na cidade de Piracicaba/SP, mas sim em todo o Brasil.
    Outro ponto importante e que abordamos nesse comentário, diz respeito ao tripé do trânsito: ENGENHARIA DE TRÁFEGO, EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO E FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO. Quando se planeja, projeto e executa ações de trânsito nessa vertente, temos RESULTADOS POSITIVOS: TEMOS REDUÇÃO DE ACIDENTES!!! TEMOS REDUÇÃO DE VÍTIMAS FATIAS!!! TEMOS VIDAS HUMANAS SENDO SALVAS!!!
    Em relação aos acidentes com MOTOCICLETAS, eis um GRAVÍSSIMO PROBLEMA DE NATUREZA NACIONAL e que no meu modesto entendimento, se não for o maior, é um dos maiores PROBLEMAS DO TRÂNSITO BRASILEIRO!!! E alguma coisa tem que ser imediatamente feita em nível NACIONAL!!! Pois, os MOTOCICLISTAS se transformaram (não todos, mas a esmagadora maioria) em verdadeiros CAMICASES/ SUICIDAS!!!

Escreva um comentário