Loader
Movimento Maio Amarelo será tema do 6º Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária realizado no Peru
19813
post-template-default,single,single-post,postid-19813,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Movimento Maio Amarelo será tema do 6º Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária realizado no Peru

Movimento Maio Amarelo será tema do 6º Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária realizado no Peru

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária participa da sexta edição do Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária (CISEV), realizado pelo Instituto Ibero-Americano de Estradas (IVIA) e pelo Instituto Latino-Americano de Pesquisa e Estudos Rodoviários (ILIEV), em Lima (Peru). O encontro ocorre de 16 a 18 de outubro e debaterá o tema “Infraestruturas que salvam vidas. Soluções para uma cidade e uma estrada mais sustentáveis​​”. Trata-se de uma análise sobre os desafios que, para uma mobilidade segura e eficiente, trazem consigo o crescimento espetacular da população latino-americana para as próximas três décadas.  Desafios que afetam os ambientes urbanos, mas, acima de tudo, são especialmente preocupantes em estradas peri-urbanas e interurbanas, onde os registros de acidentes e mortes devido a acidentes de trânsito continuam a ser extremamente preocupantes.

José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, participa do congresso no dia 16, expondo para a plateia de mais de 3 mil pessoas, representantes de mais de 25 países, a experiência da criação do Movimento Maio Amarelo, que nasceu no Brasil, mas que já é realizado em mais de 20 países.

O VI CISEV contará ainda com a presença de representantes do Ministério dos Transportes e Comunicações do Governo do Peru, do Conselho Nacional de Segurança Rodoviária, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), da Direção Geral de Tráfego do Ministério do Interior Espanhol (DGT), da ICEX Espanha Exportações e Investimentos, da Associação Argentina de Estradas e da Associação Espanhola Rodovia.

No Comments

Post A Comment