Loader
OBSERVATÓRIO comenta aumento de óbitos no trânsito de São Paulo, no Jornal da Record
25461
post-template-default,single,single-post,postid-25461,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

OBSERVATÓRIO comenta aumento de óbitos no trânsito de São Paulo, no Jornal da Record

OBSERVATÓRIO comenta aumento de óbitos no trânsito de São Paulo, no Jornal da Record

O jornalista e integrante do Núcleo de Comunicação do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Zeca Chaves, falou ao Jornal da Record sobre o aumento do número de acidentes e óbitos no trânsito de São Paulo, assim como, sobre os motivos que mantém os motociclistas como as principais vítimas.

Com o relaxamento da quarentena, o trânsito aos poucos retorna ao normal. Somente em São Paulo, foram registrados 402 óbitos, 15% a mais que o mês anterior, em junho o número foi de 347 mortos. Entre os motociclistas, foram 139 mortes em julho deste ano, conforme levantamento do Infosiga/SP.

Segundo Zeca Chaves: “Você tem um maior número de entregas de produtos, de remédios, de comida e isso faz com que você tenha, por consequência, mais acidentes de moto”, explica.

Entre junho e julho, o número de acidentes com vítimas envolvendo caminhões no estado de São Paulo mais que dobrou, reflexo da retomada das atividades, conforme Zeca Chave: “Houve esse aumento de mais de 100%, muito focado nesse aumento de atividades na construção civil e também na circulação de caminhões por conta de entrega do comércio eletrônico”, diz.

Assista à reportagem:

 

Imagem: divulgação Jornal da Record

No Comments

Post A Comment