OBSERVATÓRIO | Prédios públicos são iluminados em alusão ao Maio Amarelo
18556
post-template-default,single,single-post,postid-18556,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Prédios públicos são iluminados em alusão ao Maio Amarelo

Prédios públicos são iluminados em alusão ao Maio Amarelo

Diversos prédios públicos e monumentos já ganharam a iluminação amarela para marcar a passagem de mais um Maio Amarelo. O Palácio do Planalto, o Congresso Nacional, a Esplanada dos Ministérios, a Catedral de Brasília, o Cristo Luz de Camboriú (SC), o Palácio Rio Branco (AC) e o Palácio dos Bandeirantes (SP) são alguns deles. O objetivo da iluminação diferenciada durante o mês de maio é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Criado há 5 anos pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”, o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. Este ano, o tema do Maio Amarelo é “Nós somos o trânsito”.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em diversos países nos cinco continentes.

Sem comentários

Escreva um comentário