OBSERVATÓRIO | Roubos de carga e falta de segurança nas rodovias foi assunto em Campinas durante a Semana Nacional de Trânsito
1572
post-template-default,single,single-post,postid-1572,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Roubos de carga e falta de segurança nas rodovias foi assunto em Campinas durante a Semana Nacional de Trânsito

Roubos de carga e falta de segurança nas rodovias foi assunto em Campinas durante a Semana Nacional de Trânsito


Roubos de carga e falta de segurança nas rodovias foi assunto em Campinas durante a Semana Nacional de Trânsito

No Ciclo de Debates realizado no último dia 24 de setembro pela Amcham (Câmara Americana de Comércio) de Campinas-SP, foram debatidos temas nas áreas de infraestrutura e logística, além de roubos de cargas e acidentes rodoviários.

Para falar do custo dos acidentes rodoviários, foi convidado o presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, José Aurélio Ramalho que abordou o quanto os acidentes impactam a economia do país, além de afetar os custos de quem transporta sua produção sobre rodas no país.

Cerca de 80 pessoas, reunidas na sede da Amcham em Campinas-SP, também puderam conhecer o estudo realizado pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística que revelou dados preocupantes sobre a segurança das rodovias do país: os roubos de cargas em 2012 atingiram o maior índice em 15 anos, e alcançaram o número de 14,4 mil casos, somando mais de um bilhão de reais em prejuízos para as empresas.

O estado de São Paulo abriga metade das ocorrências deste tipo que acontecem no país, pois 70% dos roubos, segundo a associação, ocorrem na área urbana, durante a carga ou descarga dos produtos.

Além de todos estes gargalos, o preocupante, é o repasse deste prejuízo, que acaba afetando o bolso dos clientes que consomem o produto final.

Além do Observatório, também estiveram presentes Mauricio Vasconcellos, diretor-presidente da CCR AutoBAn, Julio Perdigão, presidente da Rota das Bandeiras e Dr. Luiz Augusto Baggio, secretário de cooperação nos assuntos de segurança pública da Prefeitura Municipal de Campinas

Sem comentários

Escreva um comentário