Artigos

Nas bases da Inteligência Emocional-IE: seja a paz no trânsito

Escrito por Portal ONSV

21 MAR 2024 - 09H27

De forma inovadora, este artigo ressalta a importância da inteligência Emocional-IE como instrumento da segurança no trânsito, entendendo-se que um modelo mental instituído em bases sustentáveis seria determinante para estímulo à gestão de riscos de todas as ações humanas. O trânsito representa um complexo sistema de relações sociais, sendo responsável pelos arranjos das relações entre pessoas, veículos, animais, instituições e saberes.

A campanha de trânsito de 2024: “Paz no trânsito começa por você”, em sua essência, convida o cidadão para que este reflita sobre a apropriação da paz, em toda sua complexidade. Dessa forma, nessa linha de pensamento, a segurança viária precisa ser construída a várias mãos, todas envolvidas efetivamente na construção de um novo modelo mental sedimentado no desenvolvimento do ser e voltado ao protagonismo cidadão.

Essa campanha de trânsito acima citada desvela a subjetividade presente na circulação humana, mas, entende-se que a população precisa se engajar e validar esse amplo projeto de edificação de uma cultura de paz. Lembrando as palavras do mestre e pensador, Jorge Santana, a conquista da paz genuína corresponde a um desafio, requer esforço, e necessita que sejamos capazes de entender a necessidade de assimilar, desenvolver virtudes de pacificação, hábitos e comportamentos que venham a transformar o mundo ao nosso redor.

Este foco na inteligência Emocional envolve processo de contínuo incentivo ao desenvolvimento do ser, com ênfase na harmonia das emoções. Então, para a construção da paz no trânsito, torna-se fundamental que haja uma convergência entre emoções e intencionalidade em cada ação realizada nos deslocamentos cotidianos. Ou seja, a paz nas vias públicas começa no interior de cada um de nós, quando nos percebemos presentes e conscientes da responsabilidade em cada comportamento. Por meio da IE pessoas podem, através deste princípio da intencionalidade escolher e agir de forma segura e sustentável, para além do individualismo e egocentrismo.

Ou seja, a paz nas vias públicas começa quando nos percebemos presentes no pronto discernimento de um agir fundamentado no favorecimento da paz. Assim entende-se o porquê a legislação de trânsito proibir o uso do celular na condução do veículo, uma vez que este ato compromete o estado de presença e leva a desatenção, julgamentos inadequados e decisões equivocadas, ensejando no comportamento de risco. Assim, o desafio da construção de uma cultura de segurança envolve a consciência da importância do gerenciamento das emoções.

A sustentabilidade nos convida a mudanças de paradigmas estabelecidos e a ressignificar a circulação humana entendendo que as instituições do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) precisam despertar para ações que estimulem o empoderamento dos indivíduos enquanto agentes de transformação individual e social. Neste propósito, entende-se também como destaque a necessidade da ampliação do papel dos gestores públicos, com novas metodologias e estratégias continuadas de escutas sincronizadas com a realidade local. Chegou o momento do empreendedorismo social e suas metodologias inovadoras assumir seu papel no desenvolvimento, através do estímulo à proatividade e formação de novo sujeito social.

Conclui-se esse artigo, parafraseando o cantor e compositor Nando Cordel, quando na música “Paz pela paz: ‘a paz do mundo começa em mim’”. Esta chamada para a assimilação de novos valores por parte do autor, traz nas entrelinhas que toda a proposta de transformação cultural que se propõe a formação de uma cultura de paz, precisa ser embasada no protagonismo e na cidadania como método de inovação e desenvolvimento local sustentável. Esta inovação, que se inicia com o método de transformação intra e interpessoal, representaria o elemento agregador de valor a ser considerado para atendimento ao proposto na II Década Ação para a Segurança Viária, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, bem como nas bases do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans).




Serie_transitando_qual_a_sua_contribuicao_para_um_transito_seguro
Matérias

Série Transitando: qual a sua contribuição para um trânsito seguro?

O telejornal Meio-Dia Paraná, da RPC, afiliada à TV Globo, realizou na última semana uma série com cinco reportagens sobre comportamento no trânsito. “Transitando: qual a sua contribuição para um trânsito seguro?”, contou com a participação do professor do Departamento de Transportes da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e membro do Conselho Deliberativo do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Jorge Tiago Bastos, explicando questões relacionadas ao comportamento das pessoas e influências diretas no trânsito.

Observatorio_participa_segunda_edicao_esg_energia_negocios_ibp
Matérias

OBSERVATÓRIO participa da 2ª Edição do ESG Energia e Negócios do IBP

Com o objetivo de colaborar para que a sociedade avance em direção a um futuro energético de baixo carbono, o IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás) realiza a 2ª edição do “ESG Energia e Negócios” nos dias 27 e 28 de maio, em Copacabana, no Rio de Janeiro. O presidente do Conselho Deliberativo do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, José Aurelio Ramalho, participou da abertura do evento, falando dos atuais números do trânsito no Brasil, dos avanços do Movimento Maio Amarelo e do Programa Laço Amarelo. Além disso, Ramalho também entregou a placa de Mantenedor Social ao IBP durante o encontro que reúne cerca de 500 pessoas.

Observadora_Certificada_ministra_palestra_durante_seminario_programa_vida_no_transito
Observadores Certificados

Observadora Certifica ministra palestra durante Seminário do Programa Vida no Trânsito

A Observadora Certificada e representante do Maio Amarelo em Goiás, Elizabeth Gandara, ministrou uma palestra sobre o Movimento Maio Amarelo no dia 15 de maio, durante o Seminário do Programa Vida no Trânsito, realizado no auditório do Paço Municipal do município de Senador Canedo, no estado de Goiás.

Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.