Educação

24 mil alunos do DF receberão orientações de Educação para o Trânsito das cartilhas do Programa OBSERVATÓRIO EDUCA

Escrito por Portal ONSV

23 MAR 2018 - 09H59

Mais de 24 mil alunos dos 4º e 5º anos e 1,2 mil professores da rede pública de Ensino Fundamental do Distrito Federal (DF) utilizarão as cartilhas produzidas pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do Programa OBSERVATÓRIO Educa. O anúncio do uso desse conteúdo foi feito na quinta-feira (22/3) durante o lançamento oficial das ações de 2018 do Programa Detran nas Escolas, realizado pelo Detran do Distrito Federal. O material possibilita aplicar conhecimentos de áreas como matemática e ciências com base na temática de Educação para o Trânsito.

As ações do programa Detran nas Escolas para 2018 foram apresentadas em cerimônia no Palácio do Buriti pelo Departamento de Trânsito do DF. O evento contou com a presença do governador do DF, Rodrigo Rollemberg, do secretário de Estado de Educação, Júlio Gregório Filho, do diretor-geral do Departamento de Trânsito, Silvain Barbosa Fonseca Filho, do diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho e da primeira-dama do DF, Márcia Rollemberg.

Para contemplar o grande número de crianças que receberão aulas de Educação para o Trânsito foram produzidas 12 mil unidades do livro para alunos do 4º ano e igual quantidade para os do 5º ano. E ainda 1,2 mil unidades do livro do professor e outras 2 mil unidades do referencial teórico e da apresentação.

Sobre o Programa OBSERVATÓRIO EDUCA

Programa OBSERVATÓRIO EDUCA prevê a inclusão da Educação para o Trânsito de acordo com as disciplinas e áreas de conhecimento do Ensino Fundamental. Ao todo o Programa OBSERVATÓRIO EDUCA possui nove livros para o aluno e nove para o professor, além do livro de apresentação e de referencial teórico, contemplando, dessa forma, o Ensino Fundamental I e II. Caso seja de interesse a impressão deste conteúdo em melhor qualidade, deve-se entrar em contato com o Observatório Nacional de Segurança Viária, pelo e-mail onsv@onsv.org.br ou telefone (19) 3801-4500.

O Programa Educa é um programa de educação para o trânsito desenvolvido em conjunto pelo Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN e pelo Observatório Nacional de Segurança Viária - ONSV, com o objetivo de incluir na organização curricular das escolas brasileiras do ensino fundamental, de acordo com as disciplinas e áreas de conhecimento, a abordagem de temas relacionados à mobilidade humana, com especial destaque à educação para o trânsito.  Ele é aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN. As atividades são apresentadas a cada ano de escolaridade, com carga horária adequada, sendo nove temas por ano, abordando, além do trânsito, outros temas transversais como Saúde, Meio Ambiente, Ética e Cidadania.

“O programa contribui para o desenvolvimento pessoal daqueles que dele participarem, oferecendo situações pedagógicas que permitem o aperfeiçoamento da capacidade de agir, pensar e atuar nas situações de trânsito. Também se espera que o programa promova a significação, o pertencimento, a aprendizagem da diversidade e a capacidade de situar-se”, destaca Ramalho.

[maxbutton id="1"]

Sobre o Programa Detran nas Escolas

Entre as atividades programadas pelo DF para este ano está o segundo ciclo de formação em mobilidade e trânsito, voltado para professores da rede pública de ensino. Gratuitas, as inscrições para o curso estão abertas até 28 de março e podem ser feitas pelo site do Centro de Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação. São 120 horas, com início previsto para 4 de abril.

Além disso, 1,5 mil kits de jogos educativos auxiliarão nas ações de educação para o trânsito. “Para receber o kit, a escola precisa ter algum professor que participou da formação, porque esse é um requisito que entendemos ser necessário para os jogos serem bem aplicados”, explicou o gerente da Escola Pública de Trânsito do Detran-DF, Rokmenglhe Vasco.

Parte dos kits começou a ser entregue hoje para 62 unidades de ensino, nas quais 163 professores fizeram a formação em 2017.

Prêmio Detran-DF de Educação de Trânsito

Outra novidade é o lançamento da segunda edição do Prêmio Detran-DF de Educação de Trânsito. De acordo com o gerente de ações educativas de trânsito do Detran-DF, Tiago Moreira, haverá ampliação do número de categorias e do valor da premiação. “A ideia é difundir a importância da segurança viária e criar condições de coletar obras inéditas de educação de trânsito de caráter artístico”, disse Moreira.

Também foi destacada a retomada do projeto Sinalize, em que os estudantes fazem uma caminhada pedagógica no entorno escolar e identificam características viárias.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_gallery type="nivo" interval="3" images="18342,18344,18345" img_size="full"][/vc_column][/vc_row]

Univasf_recebe_comite_regional_prevencao_acidentes_moto
Observadores Certificados

Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco/PE recebe Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco (HU-Univasf), em Pernambuco, recebeu, no final de maio, a visita de um grupo de membros do Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto (CRPAM) e representantes do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e do Observatório de Segurança Pública do Município de Petrolina. O objetivo foi mostrar in loco, a partir dos fluxos de atendimentos e internações no Hospital, as repercussões dos sinistros de transporte terrestre para a saúde pública. O HU-Univasf é um dos 45 hospitais gerenciados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

SP2_330_pessoas_morreram_atropeladas_na_capital_de_sao_paulo_em_2023
Matérias

330 pessoas morreram atropeladas na capital de São Paulo em 2023

O SP2, telejornal da TV Globo, da última quinta-feira (13), alertou sobre o crescente risco no trânsito para os pedestres na capital e Grande São Paulo. Somente em 2023, 330 pessoas morreram atropeladas na capital paulista. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, reforçou a necessidade de investimento em campanhas de educação para o trânsito durante a reportagem.

Observador_certificado_ministra_palestra_camara_de_vereadores_de_sao_borja_rs
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra sobre segurança viária na Câmara de Vereadores de São Borja/RS

A palestra “Trânsito (in)seguro: Responsabilidades Compartilhadas”, foi ministrada no plenário da Câmara de Vereadores do município de São Borja, no Rio Grande do Sul, pelo Observador Certificado e representante do Maio Amarelo 2024, Eduardo Cadore, no final do mês de maio.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Educação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.