Matérias

Caçambas e os riscos ao trânsito

Escrito por Portal ONSV

22 FEV 2016 - 09H54

Entulhos de construção, reformas e demolições sempre dão trabalho para os proprietários da obra, mas podem gerar problemas enormes ao meio ambiente,  à saúde pública e à circulação de veículos, se a destinação não for a correta. Em tempos de Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, a preocupação com a saúde é evidente; mas, muitas vezes, as pessoas esquecem do risco com o trânsito, com colisões e até mortes causadas por caçambas instaladas de forma inadequada pelas ruas das cidades.

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária aborda o tema para destacar a população que existem exigências para garantir a segurança e a mobilidade da população, quando a destinação dos entulhos envolve caçambas.

As cidades de médio e grande portes contam com legislação específica sobre esse tema. Daí o primeiro passo, antes de sair descartando o resto de entulhos de construções e lixo, é preciso conhecer as regras do seu município. Hoje, com a internet, basta acessar o site da sua prefeitura para contratar serviços regulamentados/cadastrados que farão o descarte em locais adequados – aterros regularizados, com menos impacto para o meio ambiente e até com reciclagem desses resíduos de construção.

"cacamba

Mas no que se refere ao trânsito, é preciso considerar alguns pontos:

- O local da instalação das caçambas é o ponto de maior preocupação para a circulação. As caçambas não podem ser colocadas em qualquer lugar, pois atrapalham o tráfego de veículos e também podem “empurrar” ou induzir o pedestre para as ruas, se colocadas nas calçadas, trazendo riscos de atropelamentos.

É preciso se preocupar com o serviço contratado, pois muitas empresas não ficam atentas a isso e quem contratou o serviço tem que agir com responsabilidade e exigir determinados cuidados como a não instalação em lugares onde há fluxo de pedestres e cadeirantes como calçadas, muito próximas a pontos de ônibus, pontos de táxis, garagens, rampas de acesso e - o mais preocupante - nas proximidades de curvas e esquinas que não permitem a visualização, colocando motoristas e motociclistas em risco.

Em algumas cidades é até permitido a colocação em calçadas, desde que haja um recuo para o fluxo de pedestres. Mas é sempre bom destacar que a calçada é lugar apenas do pedestre.

- Outra exigência importante diz respeito à sinalização dessas caçambas. A adoção de faixas refletivas podem evitar colisões, no período noturno, e poupar vidas.

- Já em relação ao limite de tempo que as caçambas podem permanecer nas ruas, junto ao meu fio; é preciso destacar que independentemente de existir um prazo fixado em legislações, é uma atitude de cidadania não deixar a caçamba sem uso nas ruas ou deixá-la muito tempo depois de coletado os entulhos.

O ideal é contratar esse serviço apenas um dia antes da produção do entulho para a retirada na sequência.

Em muitas cidades, o limite para o estacionamento de caçambas é fixado em 48 ou 72 horas corridas, do período da colocação à retirada do equipamento.

A permanência excessiva desse equipamento nas ruas sempre gera riscos, então para a segurança de todos, fique atento e seja responsável com o uso das caçambas nas vias.

Seminario_de_prevencao_de_uso_de_alcool_e_drogas
Observadores Certificados

Seminário de Prevenção do uso do Álcool e outras Drogas no Trânsito em Minas Gerais tem palestra de representante do OBSERVATÓRIO

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp) por meio da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas (Supod) realizou no final de maio, o Seminário de Prevenção do uso do Álcool e outras Drogas no Trânsito. O evento, realizado no auditório da Escola de Formação e Aperfeiçoamentos de Sargentos da Polícia Militar de Minas Gerais, em Belo Horizonte, contou com a presença do Observador Certificado e representante do Movimento Maio Amarelo em Minas Gerais, Alexander Magalhães.

Observadores_certificados_tomam_posse_cetran_mg
Observadores Certificados

Observadores Certificados tomam posse junto ao Conselho Estadual de Trânsito de Minas Gerais

No dia 23 de abril, foi realizada a posse dos novos membros do Conselho Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Cetran-MG). Na ocasião foram empossados como conselheiros os Observadores Certificados Alexander Ferreira de Magalhães e Kenedy Santos Pereira. A cerimônia ocorreu no Palácio Tiradentes na Cidade Administrativa em Belo Horizonte, e contou com a presença da Secretária de Estado e Planejamento e Gestão, Luísa Cardoso Barreto, presidente do colegiado, do Chefe da Coordenadoria Estadual de Gestão de Trânsito (CET-MG), antigo Detran-MG, Lucas Vilas Boas Pacheco, conselheiros empossados e integrantes da equipe administrativa do colegiado.

Observatorio_debate_sobre_desafios_perspectivas_seguranca_viaria_encontro_esg
Matérias

OBSERVATÓRIO debate sobre desafios e perspectivas da Segurança Viária em Encontro ESG

Com o objetivo de fomentar práticas mais sustentáveis, responsáveis, éticas e alinhadas aos valores do ESG (Ambiental, Social e Governança) no setor, o Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região) realizou nos dias 05 e 06 de junho, o Encontro ESG: Desafios e Oportunidades no Transporte de Cargas, durante a Jornada de Sustentabilidade. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, esteve entre os debatedores do Painel Segurança Viária ou do Trabalho desafios e perspectivas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.