Matérias

Contran seleciona tema para campanhas educativas de trânsito no país

Escrito por Portal ONSV

18 JAN 2017 - 16H57

“Minha Escolha faz a Diferença no Trânsito” foi escolhida

Através da Resolução número 654, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) deu cumprimento àquilo que o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) estabelece no artigo 75 e apresentou um calendário anual, os temas e cronogramas das campanhas educativas. Esse pode ser um feito considerado histórico e inédito, pois também definiu o tema da Semana Nacional de Trânsito de 2017, algo que normalmente era definido no segundo semestre do ano, dando pouco tempo para que os órgãos e entidades que compõem o SNT (Sistema Nacional de Trânsito) estruturassem suas ações.

A frase “Minha Escolha faz a Diferença no Trânsito”, que teve a participação do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, foi a selecionada.

Ela estampará também peças publicitárias destinadas à divulgação ou promoção, nos meios de comunicação social, da publicidade da indústria automobilística e toda cadeia automotiva em 2017, juntamente com as frases: "Escolha viver. Decida pelo trânsito seguro"; "Pela família. Escolha o trânsito seguro"; e "Pela vida. Escolha o trânsito seguro”.

A Resolução lança também, pela primeira vez, um calendário de temas educativos sobre a importância de um comportamento seguro no trânsito que deverão ser desenvolvidos durante todos os meses do ano. No mês de maio, o Contran ressalta o apoio ao Movimento Maio Amarelo, criado pelo OBSERVATÓRIO com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de conscientização sobre o assustador número de acidentes com mortes, feridos graves e sequelados nas vias e rodovias brasileiras.

Desta forma, o Maio Amarelo passa a constar no calendário oficial do Contran, conselho que reúne representantes dos ministérios da Justiça e Cidadania; da Defesa, dos Transportes, Portos e Aviação Civil, da Educação, da Saúde, do Meio Ambiente, de Ciência Tecnologia e Inovação, das Cidades e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

No ano passado, o tema do Movimento Maio Amarelo de 2016, “Sou +1 por um trânsito mais humano”, foi adotado também para a Semana Nacional de Trânsito, que se realiza anualmente no mês de setembro (18 a 25). A única alteração foi a substituição da palavra ‘humano’ pela palavra ‘seguro’.

Para Francisco Garonce, coordenador-geral de Qualificação do Fator Humano no Trânsito do Denatran, "quando juntamos todos que trabalham em prol da segurança no trânsito no Brasil em torno de um tema, temos um Norte bem claro. Em especial com o "Minha escolha faz a diferença no trânsito", conseguiremos mostrar a todos os cidadãos que a segurança no trânsito é resultado das nossas decisões diárias, cujas consequências podem ser um chegar seguro ao destino ou nunca chegar. Podem ser o voltar para casa, ou seguir para um hospital. Podem ser o seguir vivendo, em paz, ou carregar o peso de ter tirado a vida de alguém. Faremos cada brasileiro pensar e decidir antes de usar o celular no trânsito, antes de fazer uma ultrapassagem proibida, antes de desrespeitar a velocidade ou um semáforo vermelho. Convidaremos todos a decidirem pela vida."

""

Veja abaixo o cronograma 2017 das Campanhas Educativas de Trânsito de âmbito nacional:

  • Janeiro e fevereiro - Ações de apoio à Campanha RODOVIDA do Governo Federal;
  • Março - Campanha de volta às aulas;
  • Abril - Campanha de conscientização sobre o uso de motocicletas e ciclomotores;
  • Maio - Ações de apoio ao Maio Amarelo, campanha da sociedade por um trânsito seguro;
  • Junho - Campanha de conscientização sobre o respeito ao pedestre e ciclista;
  • Julho - Campanha de orientação para as férias escolares;
  • Agosto - Campanha de conscientização sobre uso do celular ao volante;
  • Setembro - Campanha da Semana Nacional de Trânsito (18 a 25 de setembro de 2017);
  • Outubro - Campanha de conscientização sobre consumo de álcool e direção;
  • Novembro - Campanha do Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito;
  • Dezembro - Ações de apoio à Campanha RODOVIDA do Governo Federal.

Na avaliação do diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho, é extremamente gratificante colaborar com a realização das ações dos órgãos nacionais de trânsito, seja participando das atividades ou sugerindo motes para as campanhas. “Nosso objetivo é atuar fortemente no sentido de tornar o trânsito nas vias e rodovias brasileiras menos violento, com menos acidentes, mortes e feridos. E ter uma sugestão nossa selecionada como tema nos enche de orgulho e nos faz seguir avante com entusiasmo”, observa.

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.