Matérias

Mais de 195 mil motoristas de SP tiveram CNH suspensa até junho

Escrito por Portal ONSV

29 NOV 2016 - 16H08

Dados são do Detran/SP e revelam a forte presença da imprudência nas vias e nas rodovias do estado com a maior frota de veículos do país

Apenas nos seis primeiros meses de 2016, 195.514 condutores tiveram suas carteiras de habilitação suspensas no estado de São Paulo. Os dados, preocupantes pelo volume, são do Detran/SP e revelam que a imprudência ainda é fortemente presente nas vias e nas rodovias do estado com a maior frota de veículos do país (26 milhões de veículos).

Recentemente, em nome da segurança viária, as autoridades brasileiras de trânsito alteraram a legislação, com aumento para no mínimo, dois meses, e no máximo 8 meses da proibição de dirigir para os motoristas que cometerem uma das 16 infrações passíveis desta punição. Em caso de reincidência em um ano, o período de suspensão pode variar de 8 a 18 meses .

Já aqueles que acumularem no prontuário, no período de um ano, infrações que somem 20 pontos perderão o direito de dirigir por seis meses. Em caso de reincidência também em um ano, o período de suspensão poderá variar de seis meses, até dois anos. A nova regra para os dois casos passou a vigorar a partir de 1º de novembro.

De acordo como José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária – ONSV, mais do que a preocupação com eventuais danos causados pela suspensão da CNH, ou com as multas que terá de arcar, cada motorista tem de motivar-se a não cometer infrações tendo como principal causa a preservação das vidas no trânsito, aí incluída não só as de outros condutores, de eventuais passageiros, de pedestres, mas a sua própria vida.

“Temos de conter a qualquer custo essa ‘epidemia’ de mortes no trânsito. E isso começa  a partir de nossas próprias atitudes. Para reverter esse cenário, atitudes simples são fundamentais, assim como o respeito à legislação e às regras estabelecidas”, alerta.

As infrações que imediatamente punem com a perda da CNH são:

  • Dirigir alcoolizado.

  • Recusar-se a teste, exame clínico, perícia ou qualquer procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância que determine dependência.

  • Usar veículo para interromper, restringir ou perturbar a circulação da via.

  • Efetuar manobra perigosa.

  • Dirigir moto sem capacete.

  • Transportar, na moto, passageiro sem o capacete de segurança.
  • Dirigir moto fazendo malabarismo ou equilibrando-se apenas em uma roda.

  • Dirigir moto com os faróis apagados.

  • Transportar, na moto, criança menor de sete anos.

  • Transpor bloqueio policial.

  • Dirigir ameaçando pedestres/veículos.

  • Dirigir em velocidade superior em mais de 50% do limite permitido.

  • Disputar corrida.

  • Participar de competição esportiva em via pública sem permissão da respectiva autoridade de trânsito.
  • Omitir-se de socorrer vítima.

  • Forçar passagem entre veículos transitando em sentidos opostos.

CCRSPVias_reforca_acoes_de_conscientizacao_durante_maio_amarelo
Matérias

CCR SPVias reforça ações de conscientização sobre trânsito seguro neste Maio Amarelo

Como parte da programação da CCR Rodovias neste Maio Amarelo – mês dedicado à conscientização sobre a importância da redução dos sinistros de trânsito, a CCR SPVias, responsável pela administração das principais rodovias do Sudoeste Paulista, realizará ao longo deste mês, diversas ações com o objetivo de sensibilizar os públicos que utilizam as rodovias, como motoristas, motociclistas, pedestres, caminhoneiros, sobre a importância da adoção do comportamento seguro.

Observador_certificado_apresenta_maio_amarelo_na_rede_minas_tv
Observadores Certificados

Observador Certificado apresenta o Maio Amarelo na Rede Minas TV

O programa Brasil das Gerais, da Rede Minas TV – rede de TV pública sediada em Belo Horizonte, Minas Gerais, apresentou aos seus telespectadores a campanha do Movimento Maio Amarelo, que desde 2014 busca conscientizar a população de mais de 30 países sobre as mortes no trânsito. O Observador Certificado Ronaro Ferreira representou o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na edição da quinta-feira (09), falando sobre o tema e os principais fatores para o aumento dos sinistros de trânsito.

Grande_Sao_Paulo_registra_serie_de_sinistros_de_transito_com_vitimas
Matérias

Grande São Paulo registra série de sinistros de trânsito com vítimas fatais

A CBN São Paulo alertou na última segunda-feira (13), para a série de sinistros de trânsito com vítimas fatais registrados na Grande São Paulo, desde sexta-feira (10). Para explicar sobre como reduzir as mortes e conscientizar as pessoas, a reportagem consultou o head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.