Matérias

11 anos de Lei Seca: OBSERVATÓRIO disponibiliza Relatório Estatístico de Segurança Viária II – Álcool

Escrito por Portal ONSV

25 JUN 2019 - 16H12

A Lei Seca no Brasil completou 11 anos no dia 19 de junho. O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária reitera a extrema importância dessa lei, que contribui com a redução de mortes no trânsito em todo o país. Graças a relevância da Lei Seca para a segurança viária no Brasil, o OBSERVATÓRIO desenvolveu em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), um estudo que reúne o resultado das blitze realizadas para impedir e conscientizar a sociedade sobre o uso de bebidas alcoólicas e a direção de veículos.

O Relatório Estatístico de Segurança Viária II – Álcool revela as divergências na realização da Operação Lei Seca no Brasil. O estudo reforça, por meio de análises comparativas estaduais, que nos locais onde há maior fiscalização, a conscientização em relação ao uso do álcool e a direção é superior aos locais com menor fiscalização. Os locais em que a sensação de impunidade é presente, o desrespeito à lei é maior.

Os dados englobam um total de 82 municípios (19 capitais e 63 municípios do interior), com informações sobre a Operação Lei Seca, disponibilizadas de janeiro a agosto de 2018, e mesmo que nem todos os municípios apresentem continuidade nas informações sobre esse período – seja pela não realização de Operações de Lei Seca ou por indisponibilidade de dados – o estudo possuí grande importância pelo ineditismo e levantamento de dados referentes à segurança viária nacional.

O Relatório Estatístico de Segurança Viária II – Álcool está disponível para consulta: https://www.onsv.org.br/observatorio-apresenta-estudo-inedito-sobre-operacoes-lei-seca-em-todo-o-pais/

OC_Mercia_Gomes_Agentes_de_transito_adicional_de_insalubridade
Observadores Certificados

AGENTES DE TRÂNSITO CONTAM COM ADICIONAL DE PERICULOSIDADE COM NOVA LEI

No dia 20 de setembro, entrou em vigor a Lei 14.684, legislação que representa um marco importante na proteção e reconhecimento das atividades desempenhadas pelos Agentes das Autoridades de Trânsito em todo o Brasil. A conselheira do Cetran (Conselho Estadual de Trânsito), consultora em gestão de frotas e projetos de mobilidade urbana e Observadora Certificada, Mércia Gomes, destaca a mudança significativa na lei para esses profissionais.

Uso_celular_ao_volante_Parana
Entrevista

USO DE CELULAR AO VOLANTE É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE INFRAÇÕES NO PARANÁ

O programa Paraná em Pauta, da TV Paraná Turismo, afiliada à TV Brasil, da última segunda-feira (25), destacou em reportagem que o uso do celular ao volante é uma das principais infrações entre os condutores paranaenses. O professor do Departamento de Transportes da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e membro do Conselho Deliberativo do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Jorge Tiago Bastos, reforçou esse comportamento recorrente entre os condutores com base em um estudo realizado entre as entidades.

Senatran_relatorio_inedito_15_anos_lei_seca
Matérias

SENATRAN APRESENTA RELATÓRIO INÉDITO DE 15 ANOS DE APLICAÇÃO DA LEI SECA

Na última segunda-feira (25), durante o encerramento da Semana Nacional de Trânsito, a Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito) do Ministério dos Transportes apresentou, em Brasília/DF, o relatório inédito sobre os 15 anos de aplicação da Lei Seca (Lei 11.705/2008), que destaca entre os dados levantados, uma média de oito infrações por hora no Brasil, registradas no sistema nacional de infrações de trânsito. O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária foi uma das entidades participantes da cerimônia de apresentação do estudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto