Matérias

OBSERVATÓRIO participa da 8ª International Cycling Safety Conference, na Austrália

Escrito por Portal ONSV

25 NOV 2019 - 09H00

Aconteceu em Brisbane, Austrália, entre os dias 18 a 20 de novembro de 2019, a 8ª International Cycling Safety Conference (Conferência Internacional de Segurança em Ciclismo). O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária (ONSV), mediante acordo de cooperação com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), foi representado pelo Prof. Dr. Jorge Tiago Bastos.

O evento foi desenvolvido pelo Ministério da Infraestrutura e Meio Ambiente da Holanda, em parceria com o Centro de Pesquisa de Acidentes e Segurança Rodoviária da Universidade de Queensland, na Austrália. A conferência reuniu pesquisadores e profissionais da área de mobilidade e segurança viária.

A participação do Prof Dr Tiago faz parte das atividades que ele vem desenvolvendo na missão internacional no CARRS-Q, que é um centro de pesquisa criado em 1996 e faz parte da Faculdade de Saúde e do Instituto de Saúde e Inovação Biomédica (IHBI).

A visão declarada do CARRS-Q é "para um mundo mais seguro, no qual os danos relacionados a lesões são incomuns e inaceitáveis", para os quais trabalha realizando pesquisas, treinando profissionais de segurança no trânsito e dando prêmios a outras organizações ou indivíduos pelo sucesso no trânsito e iniciativas de segurança viária.

Os temas destacados no encontro foram:

  • Estratégias para o aumento do uso da bicicleta em países com pouca tradição de transporte cicloviário;
  • Riscos associados ao uso de bicicletas (estudo holandês indica que as velocidades desses veículos são muito elevadas para compartilhar as ciclovias com usuários de bicicletas convencionais e muito baixas para compartilhar as vias com veículos motorizados);
  • Necessidades de adaptação da superfície do pavimento e geometria de ciclovias para adequá-las ao uso de bicicletas elétricas (em função da velocidade mais elevada) e patinetes (em função do tamanho menor das rodas, o que torna os patinetes vulneráveis a outros obstáculos facilmente transponíveis por veículos como bicicletas);
  • Evidências de que a construção de infraestrutura cicloviária estimula o uso da bicicleta;
  • Estudos com simuladores de bicicleta;
  • Interações entre veículos autônomos e bicicletas.

Segundo o Prof. Dr Tiago: “a participação em um fórum internacional sobre ciclomobilidade segura se faz importante para a UFPR e para o Observatório para conhecermos o que há de mais avançado em termos de estudos e pesquisas e, ao mesmo tempo identificar problemas comuns em relação à realidade brasileira, mesmo em locais altamente desenvolvidos, cuja participação era mais predominante no evento”, argumenta.

Conforme o docente explica: “para a realidade brasileira, destaco a importância da adequação do sistema de transporte (infraestrutura e regras operacionais) às novas alternativas de mobilidade individual e elétrica, como os patinetes e as bicicletas elétricas. Além disso, para o transporte cicloviário convencional, as evidências de estudos apresentados no evento mostraram que a oferta de infraestrutura adequada (ciclovias e ciclofaixas) é sim capaz de atrair mais usuários da bicicleta”.

[vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_gallery interval="3" images="23335,23336,23337,23338,23339" img_size="full"][/vc_column][/vc_row]

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.