Matérias

OBSERVATÓRIO participa de audiência pública na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, em Brasília

Escrito por Portal ONSV

27 NOV 2019 - 13H03

Aconteceu na terça-feira (26/11), na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), a audiência pública que debateu as resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e o projeto de lei do Poder Executivo (PL 3267/19) que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entre os convidados, José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, e o relações institucionais, Francisco Garonce estiveram presentes.

A comissão já aprovou a proposta que anula efeitos de resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) sobre o tema. A norma estabelece novas regras que entrariam em vigor até dezembro de 2022.

Francisco Garonce, relações institucionais do OBSERVATÓRIO, ressaltou que o desafio é promover uma mudança geral de comportamento. “Não podemos negligenciar a questão do fator humano para a segurança viária. E isso, está relacionado à educação, à formação para o trânsito”.

Segundo Ramalho enfatiza: “Se você pegar saúde, educação, moradia, emprego são problemas sociais que vão levar décadas para serem resolvidos, mesmo que eu tenha muito dinheiro. Agora, educação para o trânsito, não depende do presidente, de nenhum deputado, do governador, não depende do CFC, depende apenas da sociedade”.

Ramalho argumenta: “Em nome do OBSERVATÓRIO eu gostaria de agradecer o convite e mais uma vez faço um apelo, de que é emergente essa decisão para a nova formação do condutor. Que modelo será esse? A gente tem um trabalho de sete anos que não pode ser jogado fora. Eu acho que o Justino fez uma defesa muito clara e muito profunda do que aconteceu e a grande pergunta é: Por quê nós deixamos acontecer? Essa passividade que incomoda todos que estão nessa sala”, finalizando.

Assista à participação de José Aurelio Ramalho e Francisco Garonce:

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_video link="https://youtu.be/WvuSsLJSXCk"]

[/vc_column][/vc_row][vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_gallery interval="3" images="23393,23394,23395,23396,23397" img_size="full"][/vc_column][/vc_row]

Univasf_recebe_comite_regional_prevencao_acidentes_moto
Observadores Certificados

Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco/PE recebe Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco (HU-Univasf), em Pernambuco, recebeu, no final de maio, a visita de um grupo de membros do Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto (CRPAM) e representantes do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e do Observatório de Segurança Pública do Município de Petrolina. O objetivo foi mostrar in loco, a partir dos fluxos de atendimentos e internações no Hospital, as repercussões dos sinistros de transporte terrestre para a saúde pública. O HU-Univasf é um dos 45 hospitais gerenciados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

SP2_330_pessoas_morreram_atropeladas_na_capital_de_sao_paulo_em_2023
Matérias

330 pessoas morreram atropeladas na capital de São Paulo em 2023

O SP2, telejornal da TV Globo, da última quinta-feira (13), alertou sobre o crescente risco no trânsito para os pedestres na capital e Grande São Paulo. Somente em 2023, 330 pessoas morreram atropeladas na capital paulista. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, reforçou a necessidade de investimento em campanhas de educação para o trânsito durante a reportagem.

Observador_certificado_ministra_palestra_camara_de_vereadores_de_sao_borja_rs
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra sobre segurança viária na Câmara de Vereadores de São Borja/RS

A palestra “Trânsito (in)seguro: Responsabilidades Compartilhadas”, foi ministrada no plenário da Câmara de Vereadores do município de São Borja, no Rio Grande do Sul, pelo Observador Certificado e representante do Maio Amarelo 2024, Eduardo Cadore, no final do mês de maio.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.