Matérias

Painel – Fiscalização

Escrito por Portal ONSV

03 NOV 2015 - 09H44

Fiscalização deve ser vista como uma aliada para a segurança

Quase todo motorista acha que existe muita fiscalização nas vias, mas os números provam o contrário. De acordo com estudos, para cada 10 mil multas cometidas, apenas uma é registrada pela fiscalização de trânsito. Outros dados também confirmam que as equipes de fiscalização são insuficientes para monitorar o comportamento dos motoristas em todo o Brasil.

No país, três a cada quatro cidades não contam com equipes de fiscalização no trânsito. Num cenário de cerca de 5500 municípios, isso significa que menos de 1500 cidades fiscalizam seus motoristas e veículos, segundo informações do DENATRAN.

De acordo com o órgão, o ideal seria a proporção de um agente para fiscalizar entre 1 a 2 mil veículos. Mas só a título de exemplo, o cenário na maior metrópole do país, São Paulo, é de  1850 agentes de trânsito para 8 milhões de veículos. Esse dado revela que cada agente fiscalizaria 4300 carros. Imaginem nos outros municípios.

Se o olhar for para as rodovias federais, o país conta com 10400 policiais rodoviários para acompanhar uma frota de 82 milhões de veículos – isso representa um policial rodoviário para 8 mil carros. Em países como a Espanha, a fiscalização é muito mais intensa. São 3 mil carros para cada agente.

Entretanto, para além dos números, quem cumpre a legislação não gostaria da fiscalização por qual razão; já que ela também é um pilar imprescindível para a segurança?

Esses números e as questões como as colocadas acima, além de experiências modelos de fiscalização como a Operação Lei Seca, em Pernambuco, serão os temas do Painel “Fiscalização”, que abrirá os debates do Seminário Urbanidade, por uma mobilidade mais segura, nesta terça, dia 3/11, em Brasília, no Auditório do Correio Braziliense.

As experiências revelam que onde a fiscalização é eficiente, a sociedade aprova e muda de comportamento, resultando em menos multas e mais segurança para todos, defende o ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária).

Esse painel de debates será coordenado pelo diretor-técnico do OBSERVATÓRIO, Paulo Guimarães, com a participação dos debatedores: Maria Alice Nascimento Souza, diretora da Polícia Rodoviária Federal; Coronel André Cavalcanti, coordenador-Executivo da Operação Lei Seca; por Silvio Médici, presidente-Executivo da ABEETRANS; e pelo coronel Marco Andrade, coordenador da Operação Lei Seca.

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.