Matérias

Você tem medo do trânsito?

Escrito por Portal ONSV

20 NOV 2016 - 09H00

"acidente-660"

Seguradora Líder-DPVAT com apoio do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária faz vídeos para alertar a sociedade no Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito

Em parceria com a Seguradora Líder-DPVAT e complementando a campanha #SomosTodosVítimas, lançada pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária no último dia 17, divulgamos hoje dois vídeos para celebrar o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito em 2016 onde a mensagem central é “se você tem medo da guerra (ou de desastres naturais) por que não tem medo do trânsito?”

“A intenção da Seguradora Líder, parceira do OBSERVATÓRIO em várias ações é provocar uma reflexão em toda sociedade sobre as consequências de um acidente e quais são os perigos aos quais estamos expostos diariamente no trânsito”, explica José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO. O objetivo é levar essa sensibilização para todos os brasileiros, principalmente aos jovens, relatam os responsáveis pelo roteiro dos vídeos da Seguradora Líder-DPVAT.

Entre os questionamentos que os vídeos trazem estão: quais são as chances de um ser humano sobreviver ileso à uma guerra ou a um terremoto? A probabilidade de sair sem danos de uma catástrofe é maior do que sobreviver a um acidente de trânsito sem sequelas. Essa foi a realidade de Daniel Lopez e Sergio Okumoto, personagens reais que, respectivamente, saíram intactos de campos de batalha e de um desastre natural, mas não de um acidente com veículos.

O primeiro documentário é protagonizado pelo ex-soldado americano Daniel Lopez, que trabalhou para Forças Armadas dos EUA. Ele passou pelas guerras da Bósnia, Afeganistão e Iraque. Voltou ileso três vezes e quando estava em casa, achou que os piores perigos da sua vida já haviam passado completamente. Depois de nove dias em sua terra natal, sofreu um acidente de carro e perdeu uma das pernas. Hoje, Daniel usa uma prótese.

A segunda história apresentada é a do Sergio Okumoto, brasileiro que vive no Japão. O momento de maior terror da sua vida foi em 2011 quando a Terra do Sol Nascente foi abatida por um terremoto concomitante a um tsunami. Felizmente, dessa tragédia ele conseguiu sobreviver sem sequelas. Mas, de volta ao Brasil, quando acreditava já ter passado por tudo em sua vida, foi vítima de um acidente de caminhão, que o deixou com uma das suas pernas encurtadas e hoje se locomove com o auxílio de uma muleta.

“Acreditamos que essa campanha vai tocar muitas pessoas, pois, além de contar histórias reais, ela joga luz para um problema que nós alertamos todos os dias através de estatísticas e mata mais do que epidemias, guerras e desastres. O que queremos com isso é convidar a sociedade a repensar seus hábitos no trânsito enquanto motorista, passageiro ou pedestre para acabarmos com essa tragédia silenciosa que vivemos diariamente, como se fosse algo comum” afirma Carlos Guerra, Diretor de Relações Institucionais da Seguradora Líder-DPVAT.

Assista aqui os vídeos:

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.